Polícia Civil desarticula quadrilha de leilões falsos e apreende criptomoedas

Em nota, polícia civil declarou que contas bancárias e de criptomoedas de quadrilha foram buscadas no cumprimento de mandados.

Siga no
Operação Cyber Lance PCMG
Reprodução/Polícia Civil de Minas Gerais

A PCMG deflagrou a Operação Cyber Lance com o apoio de uma investigação de nível federal, contas de criptomoedas e bancárias foram bloqueadas. Foram cumpridos pelo menos 27 mandados de busca e apreensão, em três estados mais Distrito Federal.

De acordo com o programa Balanço Geral de Minas Gerais, a investigação foi deflagrada na cidade de Unaí, interior do estado. O objetivo da operação era encerrar uma quadrilha que criava sites falsos na internet.

Nesses locais então a quadrilha simulava o leilão de carros, que nunca eram entregues aos vencedores. A PCMG também cumpriu 10 mandados de prisão preventiva em Minas Gerais.

A Operação batizada de Cyber Lance contou com apoio de vários agentes e até um helicóptero foi usado na ação.

PCMG deflagra Operação Cyber Lance para prender e encerrar atividades de quadrilha virtual

Com a digitalização cada vez mais comum é notório o interesse de pessoas por serviços na internet. Contudo, alguns desses serviços se aproveitam para causar prejuízos no ambiente, os chamados estelionatos virtuais.

E a PCMG atuou com outras polícias brasileiras para encerrar uma quadrilha dessas, deflagrando a Operação Cyber Lance. Na última quarta-feira (4), vários agentes foram as ruas em cidades de Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Distrito Federal.

Até o momento, a PCMG informa que sete pessoas foram presas durante a operação. Além disso, R$ 160 mil foram apreendidos pelos policiais, um apartamento avaliado em R$ 300 mil foi sequestrado judicialmente e mais cinco veículos de luxo, incluindo duas motos.

A delegada a frente do caso, Gabriela Mol Câmara, estima que o prejuízo do golpe virtual seja de R$ 50 milhões. A Operação Cyber Lance foi deflagrada pela PCMG após inúmeras ocorrências para fraudes de leilão online serem registradas.

“Apenas no ano de 2020, foram registradas mais de 900 ocorrências de fraudes de leilão falso em Minas Gerais, com um prejuízo estimado em R$ 50 milhões. Na cidade de Unaí, foram identificadas nove vítimas, com R$ 577 mil em perdas”, afirmou a delegada que cuida do caso em Unaí

Os veículos que eram leiloados nestes sites falsos, cabe o destaque, eram expostos com valores abaixo de mercado. A PCMG encontrou pelo menos 1000 sites de leilão de veículos falsos associados a quadrilha presa.

Apoio federal e de quatro polícias civis foi fundamental para concluir caso, suspeitos ainda estão foragidos

A Operação Cyber Lance deflagrada pela PCMG contou com apoio da Polícia Civil do Rio de Janeiro, São Paulo e Distrito Federal. Além disso, o Laboratório de Operações Cibernéticas da Secretaria de Operações Integradas (Seopi/MJSP) deu um fundamental apoio à operação.

Em nota, a PCMG declarou que sete pessoas foram presas, mas quatro suspeitos ainda estão foragidos. Um suspeito foi preso no Rio, cinco em São Paulo e mais um no Distrito Federal, todos investigados e com acusações de serem parte da quadrilha virtual.

A polícia agora trabalha para bloquear contas bancárias e de criptomoedas dos investigados, apreender veículos, sequestrar imóveis e remover os sites falsos. Estes sites em sua maioria eram hospedados no exterior.

Para o coordenador do Seopi/MJSP, Alessandro Barreto, essa modalidade de crime cresceu com a pandemia. De acordo com Alessandro, até o layout atrativo dos sites falsos atraem pessoas para os golpes.

“Os criminosos tiram proveito desse cenário para alcançar cada vez mais vítimas. Nesse contexto, inserem-se os crimes praticados por meio de sites falsos de leilão de veículos na Internet. Ao criarem esses sites falsos, muitos dos quais com excelente layout, os criminosos promovem falsas ofertas de veículos a preço abaixo de mercado, o que atrai facilmente as vítimas”, declarou Alessandro Barreto

No Rio de Janeiro um jovem de 22 anos foi preso, além de celulares e documentos do crime. A Operação Cyber Lance foi deflagrada pela PCMG, mas conta com uma cooperação federal e de vários estados para resolver o caso.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Comprar Cardano

Cardano e proteção de animais silvestres

Como holder da Cardano, você provavelmente está interessado em delegar suas ADAs a uma pool pra receber uma renda passiva. Resumindo, você está interessado em...

Empresa chinesa de capital aberto compra Bitcoin e Ethereum

A Meitu, uma empresa chinesa de capital aberto com valor de mercado de US $ 12 bilhões, comprou US $ 40 milhões em Bitcoin...

Len Sassaman pode ter sido o criador do Bitcoin

Um cypherpunk especialista em criptomoedas poderia ser o criador do Bitcoin, de acordo com um extenso artigo publicado no início de fevereiro de 2021, por...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Empresa chinesa de capital aberto compra Bitcoin e Ethereum

A Meitu, uma empresa chinesa de capital aberto com valor de mercado de US $ 12 bilhões, comprou US $ 40 milhões em Bitcoin...

Len Sassaman pode ter sido o criador do Bitcoin

Um cypherpunk especialista em criptomoedas poderia ser o criador do Bitcoin, de acordo com um extenso artigo publicado no início de fevereiro de 2021, por...

John McAfee é indiciado por golpe com criptomoedas

O empresário de tecnologia e ex-magnata do antivírus John McAfee foi indiciado pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DoJ) por lavagem de dinheiro...

Desenvolvedores do Ethereum aprovam proposta para reduzir taxas

Depois de muita discussão pública e aprovação dos mineradores, os desenvolvedores do Ethereum aprovaram o mercado de taxas proposto pela EIP-1559, prevista para ser...

Fundador do Twitter cria NFT e recebe oferta de R$ 2.8 milhões

O fundador do Twitter, Jack Dorsey, criou um NFT de seu primeiro tweet postado em 21 de março de 2006, no texto ele diz...