Pesquisa sugere que 36% dos brasileiros querem testar pagamentos com criptomoedas

Empresa israelense ouviu brasileiros para entender suas preferências em um mundo sem papel-moeda e cartões de plástico.

Siga no
Moeda Bitcoin e Cédula de Real
Moeda Bitcoin e Cédula de Real

Uma pesquisa encomendada pela Rapyd, fintech israelense de meio de pagamentos, sugere que 36% dos brasileiros querem testar pagamentos com criptomoedas.

No Brasil, essa fintech que atua globalmente em mais de 100 países, possui clientes como Hotmart e Cornershop, e tem parcerias com Dock, PagBrasil, SafetyPay, Banco Rendimento, entre outros.

O estudo feito com brasileiros aponta tendências de comportamento em relação às tecnologias de pagamento, citando opções como cartões de crédito, Google e Apple Pay e as criptomoedas.

Pesquisa sugere que 36% dos brasileiros querem testar pagamentos com criptomoedas

Um estudo mostra a terceira fase de uma pesquisa promovida pela Rapyd, fintech unicórnio fundada em Israel, que atua com 900 métodos de pagamentos em 100 países.

Contando com a participação de 435 pessoas, entre homens e mulheres de idade entre 20 a 65 anos, o estudo tinha como objetivo avaliar os mitos, medos e hábitos relacionados a meios digitais de pagamentos.

Assim, o estudo abordou um mundo onde não teria papel-moeda e nem cartões plásticos, com todo o consumo feito via meios digitais. Assim, 36% dos brasileiros ouvidos pelo estudo indicaram que estariam dispostos a experimentar as criptomoedas como meio de pagamento.

A opção mais votada com 80% desejando experimentar pagamentos via redes sociais, e a menos interessante, com 22% apenas, foi via pagamentos por voz, com uso da Siri e Alexa, por exemplo.

Contudo, quando questionados sobre quais tecnologias achavam mais difícil de adotar, 49% das pessoas escolheram as criptomoedas, indicando que ainda há uma resistência a essa tecnologia. Pagamentos por voz ainda foram considerados mais difíceis, com 50% das pessoas indicando essa opção na pesquisa.

O que chama atenção no estudo intitulado “O Futuro dos Meios de Pagamento” é que a maior parte das pessoas não realizaram compras em transmissão ao vivo por redes sociais e nem tem intenção de fazê-lo, em sua maioria.

Dessa forma, as pessoas indicaram que “Concordam” que as compras online são mais úteis quando utilizadas para produtos importantes, com 64% das respostas neste sentido.

Pesquisa sobre meio de pagamentos cita que criptomoedas ainda são difíceis de se usar
Pesquisa sobre meio de pagamentos cita que criptomoedas ainda são difíceis de se usar /Divulgação: Rapyd

Os dados da pesquisa foram compartilhados pela Rapyd com o Livecoins e mostram um cenário interessante e promissor para as criptomoedas como meio de pagamentos online no futuro, com vários brasileiros indicando terem a vontade de experimentar essa modalidade.

Mesmo assim, “25% foram taxativos em dizer que não aceitariam pagar nem receber valores por criptomoedas“, mostrando que ainda há um receio com a tecnologia.

Dentre os investidores da Rapyd, que foi responsável pela pesquisa, está a empresa Fidelity Management and Research Company, que nos Estados Unidos já faz a custódia de Bitcoin para clientes. Outra investidora da fintech israelense é a Stripe, que saiu do mercado de criptomoedas em 2018 e anunciou seu retorno agora em 2021.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Homem com capacete de alumínio chamando Bitcoin de Fake News

“Bitcoin é lixo, prefiro Shiba Inu e Dogecoin”, diz ex-político holandês

Para um ex-político holandês que ficou rico com Dogecoin, as criptomoedas inspiradas em cachorro DOGE e SHIBA são melhores que o Bitcoin. o Milionário...

Jack Dorsey abandona Twitter e agora pode se dedicar ao Bitcoin

Jack Dorsey, criador do Twitter, abandonou o cargo de diretor executivo da empresa nesta segunda-feira (29). Seu cargo será ocupado por Parag Agrawal que...

Iate virtual é vendido por R$ 3,7 milhões no Metaverso

O setor do Metaverso parece estar ganhando cada vez mais tração nos últimos dias, após a venda de um terreno por R$ 14 milhões...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias