Inicio Blockchain Plataforma de David Chaum busca operadores de nós brasileiros para o teste...

Plataforma de David Chaum busca operadores de nós brasileiros para o teste BetaNet

O padrinho das criptomoedas, David Chaum busca brasileiros para operar e manter "nós" de sua nova plataforma Elixxir. 

-

Compartilhe

A solicitação para executar o lançamento de um “node” – nó – BetaNet da plataforma Elixxir, de David Chaum está aberta até sexta-feira à noite, às 23h59 (horário padrão do Pacífico). A plataforma está buscando ativamente operadores de brasileiros para o teste BetaNet.

Chaum e a equipe principal da Elixxir vêm apresentando a plataforma na Paris blockchain Week esta semana. Onde ficou claro que o Brasil é um componente crítico para ajudar a lançar um teste globalmente distribuído da rede BetaNet.

O lançamento segue um processo de seleção em seis etapas. Inspirado pela padronização inicial da IETF na Internet e é orientado pelo feedback e pela seleção da comunidade.

Os aplicativos estão disponíveis em português através dessa link: https://www.surveymonkey.com/r/MYQDZX6?lang=pt

Chaum tem sido pioneiro em criptografia desde o final dos anos 1970. Quando seu trabalho  “vault systems” foi creditado por articular a idéia de uma blockchain em 1979. Um líder no espaço desde então, Chaum criou a primeira moeda digital em 1994 com DigiCash. E, é amplamente considerado o “pai do anonimato online” graças ao seu trabalho na década de 1980 inventando assinaturas cegas e redes mistas destinadas a proteger a privacidade do usuário. Pois a Internet estava em sua infância (para quem não sabe, a rede TOR é derivada de uma mistura das redes de Chaum, embora sejam de aplicação, são menos sofisticadas e eficazes do que o trabalho original de Chaum).

Liderado por David, o Elixxir é o culminar do trabalho da vida de Chaum – uma nova e revolucionária plataforma blockchain full stack, construída a partir da revolucionária criptografia padrão-ouro para tratar dos problemas de escalonamento experimentados pelos recentes projetos de blockchain.

A plataforma aproveita um novo e consensual mecanismo de consenso para fornecer segurança resistente a quantum capaz de suportar transferência de dados de mensagens, pagamentos e transferência de aplicativos descentralizada (DApp) resistentes a metadados em escala global.

A plataforma blockchain de pilha completa pode processar mais de 100.000 transações por segundo. E, ao mesmo tempo, proteger a privacidade do usuário por meio da resistência completa a metadados e já está no ar em um ambiente de teste.

O lançamento do BetaNet está em andamento desde janeiro, e a janela do aplicativo fecha com a conclusão da Paris Blockchain Week nesta sexta-feira.

Curta nossa página no Facebook e também no Twitter para começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.
Avatar
Michelle Mafrahttp://mamaecrypto.blogspot.com
Mãe na ativa, empreendedora e cripto entusiasta. Meu foco é ser uma ponte de informação segura sobre cripto moedas, trazendo muitas novidades diretamente da California. Autora o livro e Ebook: O Guia da Litecoin (LTC) Voluntária da Equipe West Coast USA da Litecoin Foundation

MAIS LIDOS

Custo de ataque 51% cai para Bitcoin SV

Um dos pesadelos das redes descentralizadas e públicas é o ataque 51%. Nas criptomoedas alternativas ao Bitcoin (BTC) o problema é maior ainda. A...

FMI e Banco Mundial criam criptomoeda própria

De acordo com um artigo do Financial Times, o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Mundial estão desenvolvendo conjuntamente uma blockchain privada para futuras experimentações...

Wikileaks é hospedado no IPFS e Bitcoin Cash (BCH)

No último dia 11 de abril o fundador do Wikileaks foi preso em Londres pela polícia. O caso chamou atenção no mundo todo, tendo...
 
Compartilhe
close-link