Plataforma DeFi é hackeada, depois outra, então mais uma

Siga no
Hacker e Bitcoin
Bandido virtual e Bitcoin

O setor de finanças descentralizadas, DeFi, continua sendo alvo de ataques. Nos últimos dias três projetos sofreram perdas: Vee Finance, pNetwork e Zabu.

O maior roubo ocorreu na plataforma Vee Finance, um protocolo de empréstimo que trabalha na blockchain Alavanche (AVAX), a quantia perdida é equivalente a 185 milhões de reais esta semana. No total 213,93 BTC e 8.804,7 ETH foram roubados.

Segundo a equipe da Vee Finance, as atividades suspeitas começaram no dia 20 de setembro e eles estão trabalhando em soluções. Outros ativos como as stablecoins USDT, USDC e DAI não foram afetados. O hacker ainda não moveu os fundos da sua carteira e a equipe entrou em contato com o mesmo.

“Atualização da Vee.Finance: A equipe técnica está trabalhando com empresas de segurança. Manteremos todos informados com as últimas atualizações.”

Segundo relatório feito pela SlowMist, empresa focada em segurança no setor de blockchain, a principal causa do ataque foi o uso de apenas uma pool pelo oráculo para obtenção de preço, então este preço foi manipulado e, devido a outras condições do oráculo, o ataque foi realizado.

Semana difícil

Além da Vee, outros dois protocolos também foram atacado esta semana, a pNetwork, um protocolo de interoperabilidade entre blockchains, perdeu cerca de 63 milhões de reais, 277 BTC, na BSC devido a uma falha explorada pelo atacante.

O ataque ocorreu neste final de semana e a equipe anunciou em suas redes sociais que estava trabalhando para corrigir o bug. Além disso, a pNetwork também ofereceu 1,5 milhão de dólares (R$8 mi) ao hacker caso ele devolvesse o montante roubado.

“Ao hacker. […] Estamos oferecendo uma recompensa limpa de $1.500.000 se os fundos forem devolvidos.

Encontrar vulnerabilidades faz parte do jogo, infelizmente, mas todos nós queremos que o ecossistema DeFi continue crescendo, devolver fundos é um passo nessa direção”

Por fim, o outro ataque ocorreu há dez dias e o alvo foi a Zabu Finance, outro protocolo que, assim como a Vee Finance, trabalha na Avalanche. Dentre os três, foi o que menos sofreu perdas: cerca de 17 milhões de reais em tokens Zabu.

Basicamente o ataque consistiu em fazer e retirar stacking de um token no protocolo, todavia a Zabu não descontava as taxas, permitindo que o atacante sacasse mais do que depositou, o ataque foi repetido múltiplas vezes.

Setor de DeFi é o principal alvo de ataques

Embora ao longo da história das exchanges, os ataques tenham sido, em sua maioria, a exchanges centralizadas, o crescimento do uso de protocolos de DeFi fez com que eles se tornassem o principal alvo de hackers.

Apenas neste ano, mais de 1 bilhão de reais foram roubados destes projetos, segundo a Atlas VPN 76% dos ataques ocorreram em projetos de DeFi durante o primeiro semestre deste 2021.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Henrique Kalashnikov
Há mais de 5 anos trabalhando com criptomoedas, hoje escrevo artigos e notícias para o Livecoins.
Líder da Gas Consultoria Bitcoin em pronunciamento

“Faraó dos Bitcoins” continua preso após audiência de habeas corpus ser adiada

Glaidson Acácio dos Santos, o "Faraó dos Bitcoins", continua preso e seu pedido de habeas corpus será analisado apenas na próxima semana. Os clientes mais...
TradingView

TradingView: Mercado animado após lançamento do ETF de Bitcoin

EFT de Futuros BITO animou o mercado nessa terça-feira, empurrando o bitcoin até os 65mil dólares. Quanto tempo pode durar esse otimismo? Confira os...

Facebook não pode gerenciar criptomoedas, diz Senado americano

No mesmo dia do lançamento de sua carteira da Novi, carteira digital do Facebook, cinco senadores dos EUA escreveram uma carta para Mark Zuckerberg,...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias