Plataforma NFT é hackeada e colecionadores se desesperam

Plataforma pede que clientes evitem links suspeitos e interagir com contas do Twitter.

Celular com palavra NFT próximo de notas de dinheiro
Celular com palavra NFT próximo de notas de dinheiro

Uma plataforma NFT foi hackeada na madrugada desta segunda-feira (14), levando várias artes digitais de seus clientes colecionadores, que se desesperam com o caso.

Nos últimos anos, a segurança das plataformas de serviços associados a finanças foi cada vez mais colocada a prova. Bancos, fintechs, inclusive de criptomoedas, todas são alvos constantes de hackers.

E em um mercado que desperta a atenção como o de NFTs isso não poderia diferir. Esse termo chegou a ser considerado a palavra do ano de 2021, mostrando o tamanho do impacto do setor.

Imagens, vídeos, entre outros, podem se tornar itens digitais raros e esse mercado movimentar bilhões de dólares já. Como muitos querem comprar os ativos digitais raros, estes se tornam valiosos também para hackers.

Plataforma NFT é hackeada e colecionadores observam mais de milhão de reais serem levados

O projeto da Wizard Pass é dar aos seus clientes acesso antecipado a listas de compra de criptomoedas novas e coleções de NFT que estão para ser lançadas. Como quem compra tokens no início pode se beneficiar da alta do ativo no mercado, essa plataforma acabou se popularizando entre alguns investidores do mercado.

Contudo, a segurança da plataforma foi colocada a prova nesta segunda e falhou com os colecionadores, que viram Cool Cats, Clone Xs e até Mutante Apes (MAYC) serem roubados. Os golpistas responsáveis pela invasão já lucraram 107 Ethers, o que dá R$ 1,4 milhão hoje.

“Estamos cientes de que o NFT Wizard Server foi invadido. Por favor, NÃO clique em nenhum link no Twitter OU no servidor. Estamos trabalhando em uma solução para corrigir isso!”

Após anunciar que foram alvos do ataque hacker, a equipe conseguiu recuperar o acesso ao Discord afetado e narrou que está buscando ajudar os lesados pela situação. De qualquer forma, o caso mostra que os hackers estão de olho nessas plataformas.

Além dos NFTs vendidos, os criminosos virtuais levaram mais 66 Ethers, avaliados em R$ 866 mil, mostrando que o rombo supera os R$ 2 milhões.

Não está claro como a plataforma de NFTs hackeada irá resolver a situação, mas muitos colecionadores que deixavam seus ativos no local se mostrando revoltados com a situação.

Problemas na segurança de NFTs

O que chamou a atenção é que o mercado de NFTs atraiu muitos usuários novos para o mercado de criptomoedas, muitos que não sabem o que é uma carteira segura e como armazenar suas artes nessa. E esse pode ser um dos problemas que mais está afetando os NFTs, visto que ao reunir as artes em plataformas, um ponto único de falha é criado.

No caso da OpenSea, por exemplo, a plataforma abriu investigações após um ataque phishing que fez usuários perderem milhões em NFT, com o caso ocorrendo em fevereiro de 2022. Dessa forma, fica claro que as plataformas desse novo setor ainda estão buscando se ajustar para oferecer os serviços, mas é importante que colecionadores busquem estudar e praticar as melhores práticas de segurança nesse ambiente.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias