Polícia derruba mineradora que fazia “gato de luz” para minerar Bitcoin

Duas mineradoras estavam utilizando conhecido "gato" para roubar energia do serviço público.

Siga no
Processo de Mineração do Bitcoin
Processo de Mineração do Bitcoin

Duas mineradoras de Bitcoin da Malásia foram fechadas pela polícia nesta terça-feira. De acordo com as autoridades as companhias roubaram cerca de R$ 3 milhões em energia com as máquinas de mineração. As informações são do noticiário local The Star. Segundo a polícia, a atividade se tornou muito comum recentemente no país asiático.

De acordo com o site, o fechamento das empresas aconteceu em uma ação conjunta entre diversas autoridades. A operação foi comandada pela Comissão de Energia (ST) e pela Tenaga Nasional Berhad (TNB).

A diretora da Comissão de Energia de Johor, Nazlim Alim Sadikhi disse que o TBN concluiu que as duas fazendas de mineração estavam causando um prejuízo de cerca de R$ 100 mil por mês. Tudo isso enquanto eles pagavam apenas R$ 75 na conta de luz.

As duas companhias estavam utilizando conhecido “gato” para roubar energia do serviço público. As duas instalações estavam operando há um tempo, causando prejuízos de quase R$ 3 milhões para o serviço público.

A primeira fazenda de mineração estava em operação há aproximadamente 3 anos, enquanto a segunda instalação já operava há 2 anos.

A operação encontrou 100 máquinas de mineração em uma das fazendas de mineração e outras 48 na outra.

Até o momento os donos das fazendas de mineração estão sob custódia da polícia e vão a julgamento em uma data futura. Caso sejam condenados eles podem ser multados em até R$ 1.29 milhão e pegar 10 anos de prisão.

Gatos para a mineração de Bitcoin são problema no país

Ainda de acordo com as informações locais, desde 2018 foram fechadas 288 operações de mineração ilegal de Bitcoins e criptomoedas na região de Johor, 90 dessas operações apenas em 2020.

A mineração de criptomoeda é um procedimento bastante exaustivo para a mineradora. Essas máquinas gastam muita energia, principalmente quando é utilizado um sistema de climatização, que é bastante importante para lidar com a temperatura das máquinas.

Todo esse gasto acaba inviabilizando os lucros com a mineração. Mas muitos que ainda pretendem ganhar com as atividades acabam apostando nas atividades ilegais para conseguir algum tipo de lucro.

Por isso temos tantos casos de roubo de energia elétrica envolvendo a mineração de criptomoedas. Por enquanto, com os atuais preços de energia elétrica, poucos países podem oferecer lucro legítimo com pools de mineração, como a China e o Irã, mas até mesmo nesses países é possível encontrar mineração ilegal.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Shiba Inu ultrapassa Dogecoin em valor total de mercado

Conforme a queda do Bitcoin arrastou a maioria das criptomoedas alternativas para baixo, isso fez a Dogecoin cair mais de 8% nas últimas 24...
GAECO do Rio Grande do Sul reunido para operação

GAECO-RS cria cyber divisão para combate a golpes com criptomoedas

O Ministério Público do Rio Grande do Sul, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) criou o CyberGaeco, para...
Celular com imagem da CVM Comissão de Valores Mobiliários do Brasil processo processa contra

CVM rebate Atlas Quantum e pede condenação de Rodrigo Marques em processo de R$...

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) no Brasil rebateu a Atlas Quantum, que move um processo de R$ 3 bilhões contra a autarquia. O processo...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias