Polícia Federal vai enviar agentes a El Salvador para fazer curso de Bitcoin

Agentes passarão vários dias na capital do país.

Viatura da Polícia Federal entrando na sede PF
Viatura da Polícia Federal entrando na sede (Cristina Índio do Brasil/Agência Brasil)

A Polícia Federal do Brasil (PF) vai mandar agentes para El Salvador em 2022, com o objetivo de realizarem um curso de Bitcoin no país. Vale lembrar que El Salvador é o primeiro país a legalizar o Bitcoin como moeda de curso legal, sendo possível realizar qualquer pagamento com a moeda no local.

Recentemente, o evento LaBitconf chamou a atenção da comunidade mundial para o pequeno país da América Central, que se destacou como o primeiro a comprar Bitcoin também.

A relação de El Salvador com o Bitcoin conta até com uma operação de mineração utilizando a energia de vulcões, algo que marcou essa adoção.

PF vai enviar agentes para El Salvador para curso de Bitcoin

Nos últimos anos, a Polícia Federal já passou por várias capacitações sobre o tema de Bitcoin. Recentemente, o Superintendente Regional da Polícia Federal (PF) em Rondônia, Agostinho Cascardo Junior, declarou ser fundamental a contínua capacitação neste setor, principalmente no combate a crimes.

Mas em breve, dois agentes da PF vão fazer um curso sobre Bitcoin em El Salvador, país que chamou atenção ao legalizar a moeda.

Segundo despacho publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira (20), assinado pelo Diretor Geral da Polícia Federal Paulo Gustavo Maiurino, ambos irão permanecer no país entre os dias 15 e 29 de janeiro de 2022.

“[…] autoriza que se afastem do país o Delegado de Polícia Federal EDER FRANCIS OLIVEIRA e o Agente de Polícia Federal CARLOS EDUARDO DE PAULA PACHECO E SOUZA, para participarem do Curso de Investigação de Uso Criminoso de Criptomoeda em San salvador/El Salvador, no período de 15 a 29 de janeiro de 2022, inclusive trânsito, com ônus limitado”.

Pelo despacho do governo, não está claro qual será a grade curricular do evento e quem o está organizando, mas mostra que os agentes da PF estão indo para um país onde o Bitcoin segue ganhando adoção e deverão ver de perto os usos da tecnologia.

El Salvador, vale lembrar, passou a Lei Bitcoin no Congresso Nacional após ser apresentada pelo Presidente Nayib Bukele, mas declarou ao mundo que tomaria medidas para que a moeda não fosse utilizada para atividades criminosas.

No Brasil, a PF já fez várias operações contra crimes envolvendo o Bitcoin nos últimos meses, seja de pirâmides financeiras, como de lavagem de dinheiro, crimes cibernéticos, entre outros mais. Com a capacitação dos agentes em um ambiente internacional, espera-se que mais conhecimento seja trago ao país, para continuar os combates a crimes previstos na legislação brasileira.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias