Polygon enfim explica que ataque hacker causou atualização surpresa

Após ser avisada, equipe correu para atualizar rede, mas já era tarde.

Hacker em ataque a rede
Hacker em ataque a rede

A Polygon (MATIC) explicou o que levou a rede a passar por uma atualização surpresa nos últimos dias, tendo a relação com um ataque hacker.

Essa moeda chamou muito a atenção da comunidade em 2021, registrando no último ano 13.670% de alta no mercado. Nesta quinta-feira (30), a MATIC ainda ocupa a 14.ª posição no market cap do mercado.

A intenção principal desse projeto é melhorar o ecossistema Ethereum, tornando ele conectado a outras blockchains, ajudando desenvolvedores que constroem aplicativos descentralizados também.

Nos últimos dias, essa rede surpreendeu seus usuários efetuando um hard fork na calada da noite, uma situação que não é comum no mercado.

Polygon diz que ataque hacker levou a atualização surpresa na rede

Tudo começou na madrugada do dia 5 de dezembro de 2021, quando repentinamente a equipe da Polygon lançou uma atualização sem aviso prévio. Esse fato levou a comunidade a questionar o que motivou a ação, que é considerada drástica no mercado de criptomoedas sendo comum a disponibilização de um roteiro para que todos os atores se preparem.

Após quase um mês do ocorrido, agora a Polygon saiu para explicar o que aconteceu na sua rede. Segundo uma publicação, tudo começou no dia 3 de dezembro, quando um hacker ético avisou a equipe de desenvolvimento sobre uma vulnerabilidade no Immunefi, que detém o programa de recompensas da rede no valor de US$ 2 milhões.

No mesmo dia, a Polygon reconheceu a gravidade do problema e começou a estudar soluções para resolver o problema. Naquela data, testes começaram a ser feitos na rede de testes da Polygon.

Já no dia 4 de dezembro, a vulnerabilidade havia sido amplamente testada e validada pela equipe, o hacker ético e Immunefi, se preparando para prosseguir com a atualização na rede principal. No entanto, eles não esperavam que a vulnerabilidade seria utilizada para roubar moedas da rede, causando um grande prejuízo no mesmo dia.

“A vulnerabilidade é usada para roubar tokens MATIC, o primeiro de uma série de transferências que remove 801.601 MATIC no total.”

Um hacker mal-intencionado percebeu a movimentação na rede e acabou usando a vulnerabilidade para obter milhares de MATIC, valor que dá cerca de R$ 2 milhões hoje.

A rede chegou a ser avisada por outro hacker ético do problema, mas o estrago já estava feito. Mesmo assim, a equipe informou os nodes da rede para a necessidade de atualizar urgente suas configurações e procedeu com o hard fork na rede principal.

“A Polygon pagou um total de US$ 3,46 milhões em recompensa a dois white hat que ajudaram a descobrir o bug. Apesar de nossos melhores esforços, um hacker malicioso foi capaz de usar o exploit para roubar 801.601 MATIC antes que a atualização da rede tivesse efeito. A fundação arcará com o custo do roubo.”

O caso explicado enfim, mostra que a equipe viveu dias de correria para prevenir um roubo milionário, que acabou levando milhares de moedas ainda sim. De qualquer forma, com a atualização a equipe espera que novos problemas não voltem a acontecer.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias