Portugal e PF prenderam casal de brasileiros que falsificavam passaportes

Operação conjunta entre autoridades de vários países deu apoio na operação e ajudou na identificação da dupla.

-

Siga no
Polícia Federal PF prende suspeito de tráfico internacional de drogas
Polícia Federal - Foto: PF
Anúncio

A PF, em apoio a Portugal, anunciou que prendeu um casal de brasileiros que falsificava passaportes. Ao cometer as fraudes, eram cobrados mais de 1 Bitcoin pelo serviço, que chamou atenção das autoridades.

Toda a negociação para obter um passaporte falsificado acontecia pela deep web. Dessa forma, clientes do casal negociavam com criptomoedas a confecção de um documento válido na Europa.

Apesar da prisão ter acontecido em Portugal, havia pouco tempo que o casal estava morando no país. Antes disso, já eram investigados pela Polícia do Reino Unido, desde 2018.

Anúncio

A polícia de Lisboa que realizou a operação contra o casal, que postavam os documentos pelo correio. As autoridades que cuidaram do caso afirmam que a qualidade dessa falsificação era alta.

PF e Portugal prende casal de brasileiros que falsificava passaportes em troca de criptomoedas

Portugal anunciou a prisão de um casal de brasileiros em Lisboa, cometendo crimes sofisticados. A dupla foi presa na última segunda-feira (28) após uma investigação que durava dois anos contra uma quadrilha internacional.

Entre as ações do grupo estão a “fabricação e venda de documentos falsificados, fraude de processos para obtenção de cidadania e contrabando de imigrantes“. Em nota, a Polícia Federal do Brasil, em Belo Horizonte, declarou que os suspeitos estavam sendo monitorados.

A prisão aconteceu após um acordo de cooperação internacional, envolvendo a PF, Europol, a polícia do Reino Unido e Portuguesa. A dupla presa era parte da quadrilha que, após a produção de documentos falsos, negociava estes pela deep web.

Como pagamento, eram pedidos 10 mil euros por documento, ou seja, cerca de 65 mil reais hoje. Considerando o preço do Bitcoin hoje, este valor daria mais de 1 BTC por documento falso.

Além disso, no momento da operação policial, as autoridades apreenderam máquinas de mineração de Bitcoin com o casal de brasileiros.

“Durante as buscas, os investigadores portugueses encontraram enorme quantidade de documentos e passaportes falsos de nacionalidades diversas, inclusive brasileira, além de equipamentos de informática de alta tecnologia para mineração de bitcoins e prática de crimes cibernéticos”, afirmou a PF em nota

O que mais chamou atenção de fato era a qualidade da falsificação, considerada alta. No momento da prisão, impressoras de alta qualidade e vários documentos foram apreendidos.

Caso acontece em meio a uma pressão por regulamentação do Bitcoin em Portugal

Ainda em 2019, Portugal tinha chocado o mundo ao anunciar que transações com criptomoedas deveriam ser isentas de imposto. Na época, a Autoridade Tributária falou até que nem o imposto de renda deveria ser pago pelos traders.

No entanto, em 2020 o governo de Portugal é um dos que mais tem prestado atenção no tema das criptomoedas. Por lá, o Banco de Portugal assumiu no início de setembro a regulamentação do setor. Isso dois meses após a posse do novo presidente.

Apesar do caso da quadrilha que falsificava passaportes e vendia por Bitcoin ter sido isolado, joga luz sobre atividades criminosas envolvendo as criptomoedas, em um momento delicado.

Vale destacar que o presidente do Banco de Portugal considera as criptomoedas um setor preocupante e pode até usar o caso para impor regras mais duras ao setor.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Leia mais

Últimas notícias

PF pode usar blockchain para identificar pessoas

Uma ferramenta blockchain que identifica pessoas será apresentada para delegados da PF, que pode começar a usar solução caso interesse. Na tarde desta quarta-feira (21),...

Trader de Bitcoin foi preso após fraudar auxílio emergencial

Um alegado trader de Bitcoin brasileiro foi preso em operação policial após suspeitas de que ele fraudou o auxílio emergencial. O caso aconteceu na...

Coluna do TradingView: BTC rompe os 12k

Segundo teste em 12mil dólares em 65 dias. Confira o que estão pensando os analistas do TradingView ESID Por incrível que pareça, o gráfico mensal do...