Preço do Bitcoin em queda tem pressão por vários fatores

Investidores buscam entender a queda brusca que levou o Bitcoin abaixo de U$ 11 mil.

-

Siga no
Bitcoin e gráfico em queda de preços
Bitcoin em queda de preços
Anúncio

Vários fatores poderiam ajudar a explicar a pressão no preço do Bitcoin, que opera em queda no início de setembro. Vale o destaque que nos últimos três anos, o Bitcoin não registrou um bom momento no mês.

No momento da redação dessa, o preço do Bitcoin operava em U$ 10890 por unidade. Com essa cotação, a queda era de mais de 4% em apenas 24 horas. Dois dias antes, na terça-feira (1), o Bitcoin fechou o dia cotado em U$ 11970, ou seja, a queda já ultrapassa 9% neste início de setembro.

Vendo um movimento de baixa no mercado, após semanas acima de U$ 11 mil, traders buscam explicações. Alguns analistas arriscaram em dar suas opiniões sobre o momento.

Preço do Bitcoin em queda vê uma grande pressão por vários fatores

Anúncio

O preço do Bitcoin é conhecidamente volátil, e essa característica volta ao mercado. De acordo com índice da BitMEX, a volatilidade do Bitcoin no início de setembro subiu para níveis altos.

A fase também marca uma pressão na venda de Bitcoin por mineradores. Segundo o analista Larry Cermak, Diretor de Pesquisas para o The Block, houve um aumento de depósitos na OKEx. Larry afirmou que tais depósitos foram feitos por mineradores de Bitcoin, que por algum motivo, aumentaram a venda de Bitcoin na corretora.

Como a maior parte da mineração de Bitcoin se baseia na China, um evento poderia ajudar a explicar o movimento. Isso porque, no início de outubro próximo, a Golden Week (Semana Dourada), acontece na China. Tradicional no país, é comum que o comércio tenha um maior volume e pessoas retornem com dinheiro para casa, ou seja, a venda de Bitcoin seria necessária para custear a festança.

Nos últimos três anos o Bitcoin fechou em queda no mês de setembro, observou o analista Joseph Young. Apesar disso, o movimento de alta do início do mês parecia forte na opinião dele. Dessa forma, os traders seguirão atentos para uma possível “mudança no paradigma” nesse ano.

Proibição das criptomoedas na Rússia também pode ter pressionado preço

De acordo com o portal russo Izvestia, o governo planeja proibir as transações com criptomoedas na Rússia. Contudo, a mineração de Bitcoin no país ainda será uma atividade permitida. Mesmo assim, esse poderia ser mais um fator que pode estar pressionando o preço do Bitcoin para queda, com a novidade aparecendo nessa quinta (3).

Outro movimento que poderia ajudar a explicar a queda do Bitcoin é o fortalecimento do dólar. Com até o preço do ouro operando em queda hoje, a moeda norte-americana mostra força no início de setembro. Dessa forma, investidores poderiam estar liquidando reservas de valor, como Bitcoin e ouro, para obter novamente a moeda dos EUA.

Para Joseph Young, o fortalecimento do dólar acontece em meio a um movimento do Banco Central Europeu, o BCE. A autoridade afirmou que pode enfraquecer o Euro, após a recente alta. Com queda do euro, o Índice Dólar DXY tem crescido no início de setembro.

As narrativas citadas para a queda do Bitcoin devem ser analisadas melhor pelos traders nos próximos dias. A cautela com o preço do Bitcoin volta a destacar botões de venda em corretoras, e possíveis entradas na moeda devem ser baseadas em estudos nos próximos dias, que podem ter mais volatilidade.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Leia mais

Leia mais sobre:

Últimas notícias

Coluna do TradingView: Estudo da Semanal – BTC, NEO, BAT e Lend

Bitcoin em claro momento de distribuição no topo de 10mil dólares. Confira como os analistas do TradingView estão olhando para as Criptomoedas durante esse...

Banco Central quer economizar R$ 70 bilhões com moeda digital

O Banco Central do Brasil quer economizar pelo menos R$ 70 bilhões com o lançamento da nova moeda digital. A informação teria sido repassada...

Polícia Civil deflagra 2.ª Fase da Operação Attack Mestre

A Polícia Civil do Estado de Goiás (GO) deflagrou a 2.ª Fase da Operação Attack Mestre, prendendo um famoso hacker da deep web. No...