Preço do Bitcoin encosta nos US$ 45 mil após anúncio da Tesla

Montadora comprou US$ 1.5 bilhão em Bitcoin e pretende aceitar a criptomoeda como pagamento em um futuro próximo.

Siga no
Gráfico do Bitcoin com preço em crescimento alta
Gráfico do Bitcoin

O preço do Bitcoin voltou a subir de maneira impressionante hoje, depois de iniciar o dia em alta, mas até então calmo, sendo negociado no nível dos US$ 39 mil, uma notícia aguardada pelo mercado fez o preço da criptomoeda disparar e em poucos minutos subir mais de 15%, se aproximando dos US$ 45 mil.

A forte valorização se deu após a divulgação de que a fabricante de carros elétricos Tesla investiu 1.5 bilhão de dólares em Bitcoin.

Em um documento divulgado hoje, a Tesla revelou a compra de Bitcoin depois de ter alterado sua política de investimentos no mês passado, a justificativa da empresa foi que ela quer “diversificar e maximizar” os retornos sobre o caixa.

A Tesla também revelou que no futuro pretende aceitar Bitcoin como forma de pagamento por seus produtos, mas deixando claro que inicialmente a aceitação será de forma “limitada”.

A empresa também aponta que pode vender os ativos digitais assim que os pagamentos forem processados.

A montadora de carros elétricos é a mais recente empresa a “acreditar” no potencial do Bitcoin, seguindo os passos do PayPal, que anunciou a “investida” no mercado de criptomoedas no final do ano passado.

Alta afasta riscos de quedas para US$ 20.000

Há exatamente um mês atrás o preço do Bitcoin alcançava um novo recorde ao ser negociado por cerca de US$ 42.000. O preço agora está próximo de alcançar US $ 46.000, nível que corresponde a extensão de Fibonacci que tem como referência o ciclo anual entre as mínimas de fevereiro de 2019 e março de 2020.

Em uma visão de curto prazo, a alta de hoje afasta os riscos de possíveis quedas para o nível de preço dos US$ 20.000 que estava sendo esperado desde o mês passado.

O reinício de um novo ciclo mensal com o rompimento das máximas anteriores também confirma a tendência de alta. O domínio do Bitcoin subiu 3%, alcançando o nível dos 63% e a capitalização da criptomoeda ultrapassou a barreira dos US $ 800 bilhões.

Como é comum nesse tipo de situação, a alta do Bitcoin empurrou para cima as outras criptomoedas. Uma delas foi o Ethereum, que disparou e se aproximou dos US $ 1700.

Outra que também registra forte impulso de alta é a Dogecoin, que valorizou mais de 30%. A Polkadot subiu mais de 17% e a Cardano 14% nas últimas 24 horas.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Diego Marques
Começou em 2016 como um dos primeiros redatores do Guia do Bitcoin. Diego tem preferência por notícias que podem influenciar o preço das criptomoedas, mas também gosta de escrever curiosidades do cripto-universo.
Gráfico de preço da Cardano em alta

Cardano líder em número de desenvolvedores? Não caia nessa!

Um estudo de atividades no GitHub, principal repositório do código-fonte das criptomoedas, mostrou a Cardano na liderança nos últimos 12 meses. Os dados foram...

DeFi: três setores de grande potencial

De acordo com dados da Messari, o volume trimestral das Corretoras Descentralizadas (DEXs) no final do segundo trimestre de 2021 foi de R$ 2...
Criptomoeda Tether com sinais vermelhos

Michael Burry faz alerta sobre criptomoeda Tether

O lendário trader Michael Burry compartilhou em seu Twitter que a criptomoeda Tether pode estar no meio da confusão da Evergrande na China. Vale notar...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias