Preço do Bitcoin se aproxima de U$ 10 mil após fala do Presidente do FED

Moeda digital chegou a valorizar R$ 2 mil no Brasil neste fim de domingo, impulsionada por fala preocupante.

Siga no
Jerome Powell, presidente do FED dos EUA
Jerome Powell, presidente do FED dos EUA - Reprodução/flickr

A fala do presidente do FED, Jerome Powell, em uma recente entrevista pode ter ajudado o preço do Bitcoin no último fim de semana. A cotação do Bitcoin, que opera hoje próximo a U$ 9600, chegou a ultrapassar U$ 9900 em algumas corretoras.

As pessoas estão certamente preocupadas com o desenrolar da crise econômica, que ataca o mundo todo ao mesmo tempo que a pandemia do COVID-19. A maior economia do mundo, os Estados Unidos (EUA) não passa impune deste momento, registrando sinais preocupantes.

No Brasil, o preço do Bitcoin segue acima de R$ 55 mil no início da semana, uma vez que o dólar hoje ainda opera acima de R$ 5,78. No auge da valorização da última madrugada, o preço chegou a ser cotado em R$ 57 mil por algumas horas.

Fala preocupante do presidente do FED mostra problemas, preço do Bitcoin sobe forte e quase rompeu R$ 10 mil

Muitos traders de Bitcoin quase não acreditaram ao ver o preço da moeda subir forte na madrugada do último domingo (18). A moeda digital subiu acima de U$ 9900 por algumas horas, uma escalada de preço interessante que já recuou para U$ 9500.

Mesmo assim, o incrível movimento de força na subida pode ter sido motivado pela fala do presidente do Banco Central dos EUA (FED), Jerome Powell. De acordo com Powell, a economia norte-americana não deve ser afetada no longo prazo, mas no curto, as perspectivas não são nada animadoras.

Em entrevista para a CBS News, Jerome Powell afirmou que a impressão de U$ 3 trilhões iniciais não poderá ajudar aos EUA na saída da crise. De fato, com um nível em massa de desempregados, Powell afirmou que a crise é muito pior que o esperado, apesar de confiar que há ferramentas de longo prazo para sair dela.

O presidente Jerome Powell, que foi nomeado diretamente pelo presidente Donald Trump, alertou que a recuperação na economia depende do coronavírus. Contudo, alertou que o prazo para isso pode ser médio ou longo, e o governo dos EUA já imagina ter que expandir o auxílio aos desempregados, coronavoucher, por mais meses além de julho.

Presidente do FED, Banco Central dos EUA, Jerome Powell
Presidente do FED, Banco Central dos EUA, Jerome Powell – Reprodução/flickr

Banco Central dos EUA, FED deverá imprimir mais dinheiro caso situação piore, e Powell confessou que isso é inundar o sistema com dinheiro sem lastro

Em fala com a CBS News, na última quarta-feira (13), a entrevista foi ao ar no fim do último domingo (17). A entrevista foi conduzida pelo jornalista Scott Pelley, que questionou presidente do FED sobre a impressão em massa de dinheiro.

“Scott Pelley: É justo dizer que você simplesmente inundou o sistema com dinheiro?

Jerome Powell: Sim. Nós fizemos. Essa é outra maneira de pensar sobre isso. Nós fizemos.

Scott Pelley: De onde vem? Você acabou de imprimi-lo?

Jerome Powell: Imprimimos digitalmente. Então nós – como você sabe – nós – como banco central, temos a capacidade de criar dinheiro digitalmente e fazemos isso comprando letras do tesouro ou títulos ou outros títulos garantidos pelo governo. E isso realmente aumenta a oferta de dinheiro. Também imprimimos a moeda real e a distribuímos pelos bancos do Federal Reserve.”

A fala preocupante de Jerome Powell, que pode imprimir dinheiro facilmente, preocupa os economistas que observam a inflação. As preocupações chegaram até o preço do Bitcoin, que após a fala do presidente do FED, subiu vertiginosamente.

A moeda digital recentemente entrou na quarta era, com uma inflação anual estimada em 1.8%, ou seja, poderá ser uma proteção contra novas impressões descontroladas. O presidente do FED, por fim, deixou claro que não sabe quando a crise irá acabar, mesmo apostando que no médio e/ou longo prazo possa terminar.

E vai demorar um pouco para voltarmos. Mas eu apenas diria isso. No longo prazo, e até no médio prazo, você não gostaria de apostar contra a economia americana. Essa economia se recuperará. Pode demorar um pouco e Pode levar algum tempo. Pode se estender até o final do próximo ano. Nós realmente não sabemos.

Pico da retração da economia norte-americana pode ser semelhante a Grande Depressão?

A fala do presidente do FED alerta ainda para um cenário econômico ainda mais preocupante. Jerome Powell já afirma até que há projeções dentro do FED que 20 a 25% da população dos EUA poderia ficar desempregada em breve. Tal cenário foi visto em 1929, episódio conhecido como Grande Depressão e uma das maiores crises de todos os tempos.

“Scott Pelley: E seu pessoal está projetando o que, 20%? 25%?

Jerome Powell: Há várias perspectivas. Mas esses são– esses números parecem certos para o que o pico pode ser.

Scott Pelley: 25% é a altura estimada do desemprego durante a Grande Depressão. Você acha que a história vai olhar para trás e chamar isso de Segunda Grande Depressão?

Jerome Powell: Não, não sei. Não acho que seja um resultado provável. Tivemos uma economia muito saudável há dois meses. Nosso sistema financeiro é forte. Você tem governos ao redor do mundo e bancos centrais ao redor do mundo respondendo com grande força e muito rapidamente. E ficar nisso. Então, acho que todas essas coisas apontam para o que será– será uma crise muito acentuada. Deve ser uma desaceleração muito mais curta do que você associaria aos anos 1930.”

A comunidade Bitcoin comprou a moeda digital no fim deste domingo, segundo alguns especialistas, refletindo a fala de Powell. De fato, não se sabe onde está o fim da crise econômica de 2020, principalmente com a continuidade do novo coronavírus, logo, a crise é certamente mundial e altamente preocupante.

Manter o patrimônio exigirá de investidores atenção a novos ativos, e o Bitcoin pode ser um hedge nesse momento.

Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Servidores do MPU terão curso sobre criptoativos e blockchain

A Escola Superior do Ministério Público da União (ESMPU) vai realizar o curso de aperfeiçoamento “Criptoativos e blockchain para o MPU” para seus servidores....

Regulador dos EUA manda 15 empresas cripto, forex e opções binárias interromperem ofertas

O regulador financeiro do estado de Texas nos EUA ordenou que 15 empresas que oferecem serviços de criptomoedas, forex e opções binárias encerrem suas...
Barragem de Itaipu Binacional

Hidrelétrica Itaipu Binacional dará Bitcoin como premiação em evento

Considerada uma das cinco maiores hidrelétricas do Brasil, a Itaipu Binacional dará Bitcoin como prêmio para participantes de um evento. Apontado como um dos...

Últimas notícias

Regulador dos EUA manda 15 empresas cripto, forex e opções binárias interromperem ofertas

O regulador financeiro do estado de Texas nos EUA ordenou que 15 empresas que oferecem serviços de criptomoedas, forex e opções binárias encerrem suas...

Hidrelétrica Itaipu Binacional dará Bitcoin como premiação em evento

Considerada uma das cinco maiores hidrelétricas do Brasil, a Itaipu Binacional dará Bitcoin como prêmio para participantes de um evento. Apontado como um dos...

Receita Federal dos EUA envia alerta para investidores de Bitcoin

Pelo segundo ano consecutivo a Receita Federal dos Estados Unidos (IRS) enviou para investidores de criptomoedas cartas alertando que eles “Declararam menos criptomoedas do...