Prefeitura diz estar cansada de investidor que jogou R$ 2 bilhões em bitcoin no lixo

Newport é uma cidade pequena no País de Gales, com cerca de 150.000 habitantes. Tentando ganhar apoio público, James Howells já afirmou que doaria parte de seu tesouro perdido aos moradores da cidade.

James Howells, um dos primeiros mineradores do mundo, jogou 8.000 bitcoins no lixo por acidente em 2013. O britânico está tentando obter autorização para escavar o lixão de sua cidade para recuperar suas criptomoedas desde então.

Com o Bitcoin chegando a US$ 50.000 nesta segunda-feira (12), hoje a fortuna perdida por Howells está avaliada em US$ 400 milhões (R$ 2 bilhões). No entanto, isso não é suficiente para a prefeitura lhe dar um aval.

Em conversa com a mídia local, publicada nesta terça-feira (13), a Prefeitura de Newport afirmou que sua decisão não mudou nada nos últimos 10 anos. Indo além, eles também se mostraram incomodados com o assunto. Afinal, seus funcionários poderiam estar trabalhando em prol da comunidade ao invés de responder a mesma pergunta toda vez.

Prefeitura diz que escavações teriam grande impacto ambiental

Newport é uma cidade pequena no País de Gales, com cerca de 150.000 habitantes. Tentando ganhar apoio público, James Howells já afirmou que doaria parte de seu tesouro perdido aos moradores da cidade.

Na mesma oportunidade, também revelou um plano para usar cachorros-robôs e inteligência artificial na busca ao disco rígido (HD) onde estão às chaves-privadas que dão acesso aos seus 8.000 bitcoins. Nada disso foi suficiente para convencer as autoridades locais.

Em nota ao jornal britânico The Mirror, a prefeitura pareceu estar cansada dessa história, que já dura mais de uma década. Um dos motivos citados foi a questão ambiental da operação.

“A Câmara Municipal de Newport foi contatada diversas vezes desde 2013 sobre a possibilidade de recuperar um pedaço de hardware de TI que supostamente contém bitcoins, que pode ou não estar em nosso aterro sanitário”, disseram as autoridades.

“A Câmara disse várias vezes ao Sr. Howells que a escavação não é possível devido a nossa licença ambiental e que um trabalho dessa natureza teria um enorme impacto ambiental negativo na área próxima.”

“O Câmara é o único órgão autorizado a realizar operações no local. Fomos muito claros e consistentes em nossas respostas de que não podemos ajudar o Sr. Howells neste assunto”, finalizou. “Nossa posição não mudou. Não faremos mais comentários sobre esta questão, pois ocupa um tempo valioso dos trabalhadores, que poderia ser gasto na prestação de serviços aos residentes de Newport.”

O principal agravante da situação é que o Bitcoin não para de valorizar. Embora isso seja ótimo para outros investidores, Howells não tem acesso a sua fortuna e, quanto mais o tempo passa, mais difícil fica essa recuperação. Afinal, mesmo que encontre seu HD, é possível que ele esteja danificado pelo tempo.

Howells ameaça prefeitura, dizendo que isso pode levá-los a falência

Em sua defesa, James Howells afirma que seu plano de escavação envolve cuidado com o meio-ambiente. No entanto, após 10 anos, o britânico parece estar perdendo a paciência, querendo processar a cidade.

“Tentamos ser amigáveis e fazer com que a Câmara falasse conosco por 10 anos, mas eles são muito teimosos”, comentou Howells ao The Mirror.

“Isso poderia levar a Prefeitura de Newport à falência e esse não é meu objetivo aqui. Meu objetivo é escavar o local em busca de meu HD de uma forma ecologicamente correta.”

Fazendo uma analogia, ele explica que seria como uma bola de futebol cair na casa do vizinho, mas ele se recusar a devolver.

Em outra ocasião, o britânico também colocou a culpa em sua ex-namorada, que levou o lixo que continha o HD para fora de sua casa, afirmando que “legalmente, o HD saiu da minha casa enquanto eu dormia sem o meu consentimento” e que isso “poderia ser considerado propriedade roubada sob a lei do Reino Unido.”

O endereço da carteira de Howells, 198aMn6ZYAczwrE5NvNTUMyJ5qkfy4g3Hi, pode ser visto em qualquer explorador de blocos. A fortuna, hoje avaliada em R$ 2 bilhões, foi acumulada em 2009 por mineração, quando o BTC não valia nada.

Endereço da carteira de Bitcoin de James Howells, que foi jogada no lixo. Fonte: Blockchair.
Endereço da carteira de Bitcoin de James Howells, que foi jogada no lixo. Fonte: Blockchair.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias