Prefeitura de São Paulo investe em plataforma NFT

Maior cidade do Brasil faz movimento pioneiro e larga na frente ao investir em plataforma de NFTs.

Avenida Paulista em frente ao MASP, em São Paulo
Avenida Paulista em frente ao MASP, em São Paulo

A prefeitura de São Paulo investiu em uma plataforma de NFT por meio de um programa de aceleração de startups, entregando o prêmio em uma cerimónia na última quinta-feira (14). O atual prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes compareceu ao evento e compartilhou com os empreendedores escolhidos pelo programa Vai Tec.

Em sua sétima edição, o foco deste programa de aceleração de startups é ajudar a periferia de São Paulo a receber mais inovações.

Os interessados estavam participando desde o início do ano do processo de seleção, sendo que apenas 24 empresas foram escolhidas. A premiação total do evento é de R$ 950.400,00 em dinheiro, divididos entre as startups selecionadas.

Prefeitura de São Paulo investe em plataforma NFT e mais 23 empresas de tecnologia com foco na periferia

Na última quinta, a prefeitura de São Paulo anunciou as 24 empresas selecionadas pelo programa Vai Tec, que passarão por um período de 8 meses de capacitação agora.

Além de receber um cheque de incentivo financeiro, os negócios receberão orientações para melhorar suas iniciativas, principalmente digitais.

Chama atenção então que a Prefeitura de São Paulo investiu nesta edição em uma plataforma NFT, chamada “Cardume Preto”. Com isso, esse é o primeiro município brasileiro a investir e incentivar uma plataforma de arte digital e colecionáveis ligados à Web3 e tecnologia blockchain.

Essa plataforma permite a compra e venda de arte digital após sua tokenização, em um market place de NFTs. O objetivo principal da plataforma acelerada pela prefeitura da maior cidade brasileira é fomentar a arte produzida na periferia, democratizando o acesso ao mercado de arte pela sua plataforma.

Prefeito destacou que investimentos na periferia são importantes

Pelo Instagram, o Prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, disse que a sua gestão prioriza o empreendedorismo local, principalmente na periferia. Dessa forma, o Vai Tec é um dos eventos “para auxiliar jovens a criar, desenvolver e impulsionar o empreendedorismo inovador com tecnologia em seus negócios e prepará-los para ambientes mais competitivos nessa retomada econômica, pós pandemia“.

Já a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso, lembrou que o Vai Tec é um impulso para que startups se tornem melhor estruturadas.

“O principal objetivo é do Vai Tec é apoiar e impulsionar negócios inovadores das periferias da cidade. Temos um imenso orgulho de ver grandes cases saindo do nosso programa e sendo reconhecido por instituições renomadas no mercado. O Vai Tec é a mola propulsora para que pequenas startups se tornem negócios estruturados e com grande potencial de desenvolvimento local, geração de emprego e renda”.

Com o aporte recebido, as startups poderão contratar mão-de-obra qualificada, investir em marketing, além de melhorar seus negócios.

Vale o destaque que a cidade de São Paulo já considera aceitar criptomoedas para pagamento de IPTU, com um vereador apresentando um projeto de lei recentemente no local.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias