Presidente da SEC diz que EUA não banirá criptomoedas

As proibições das criptomoedas devem ser entendidas à luz do fato de que a maioria dos governos só são capazes de proibir as empresas de trabalhar com criptomoedas. A rede distribuída do Bitcoin permite transações ponto a ponto, independentemente da política governamental.

Siga no
Gary Gensler Imagem: Youtube
Gary Gensler Imagem: Youtube

O presidente da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos, Gary Gensler, disse em uma audiência nesta terça-feira (05) que a SEC não seguirá o exemplo da China e banir as criptomoedas.

Gensler disse também que o foco do governo é garantir que a indústria cumpra as regras de proteção ao investidor, regulamentos anti-lavagem de dinheiro e leis tributárias.

Gensler fez o comentário quando respondia a uma pergunta durante uma audiência na Câmara, depois que um legislador republicano perguntou se uma proibição semelhante à da China estava sendo considerada.

“Quando se trata de regulamentar criptomoedas, as abordagens adotadas pelos EUA e pela China são ‘realmente muito diferentes'”, disse Gensler.

Ele acrescentou que a SEC está simplesmente tentando trazer as criptomoedas “para a área de proteção ao investidor” da SEC.

Estados Unidos

A recente decisão da China de proibir transações de criptomoedas gerou muitas discussões sobre se uma política semelhante poderia ser implementada nos EUA.

A fala do presidente da SEC sobre não banir as criptomoedas está alinhada com a declaração do presidente do Banco Central dos EUA.

Na semana passada, o presidente do Federal Reserve dos EUA, Jerome Powell, abordou diretamente a questão, declarando que “não tem intenção” de banir as criptomoedas, embora as stablecoins possam ser regulamentadas.

“Nossa abordagem é realmente muito diferente”, disse Gensler. Ele acrescentou que qualquer proibição provavelmente teria que partir do Congresso dos EUA.

Ao ser perguntado sobre a regulação das criptomoedas, Gensler reiterou sua posição de que as corretoras precisam se registrar na SEC, e acrescentou que as exchanges descentralizadas (DEXs) também estão sujeitas aos regulamentos.

“Mesmo em plataformas descentralizadas – as chamadas plataformas DeFi – existe um protocolo centralizado. E embora eles não tomem a custódia da mesma forma (como as corretoras centralizadas), acho que esses são os lugares onde podemos obter o máximo de políticas públicas.”

Bitcoin

A fala de Gensler é apenas a última notícia boa que pode impulsionar o bitcoin ainda mais, assim como os comentários do presidente do Fed na semana passada.

As proibições das criptomoedas devem ser entendidas à luz do fato de que a maioria dos governos só são capazes de proibir as empresas de trabalhar com criptomoedas. A rede distribuída do Bitcoin permite transações ponto a ponto, independentemente da política governamental.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.
Líder da Gas Consultoria Bitcoin em pronunciamento

“Faraó dos Bitcoins” continua preso após audiência de habeas corpus ser adiada

Glaidson Acácio dos Santos, o "Faraó dos Bitcoins", continua preso e seu pedido de habeas corpus será analisado apenas na próxima semana. Os clientes mais...
TradingView

TradingView: Mercado animado após lançamento do ETF de Bitcoin

EFT de Futuros BITO animou o mercado nessa terça-feira, empurrando o bitcoin até os 65mil dólares. Quanto tempo pode durar esse otimismo? Confira os...

Facebook não pode gerenciar criptomoedas, diz Senado americano

No mesmo dia do lançamento de sua carteira da Novi, carteira digital do Facebook, cinco senadores dos EUA escreveram uma carta para Mark Zuckerberg,...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias