Presidente do Fed diz que Bitcoin tem “poder de permanência”

Questionado se criptomoedas como o Bitcoin possuem um poder de permanência, Jerome Powell afirmou que sim. Em suas declarações realizadas nesta quarta-feira (21), o presidente do Fed também falou sobre stablecoins.

Outro ponto debatido pelo Comitê de Serviços Financeiros dos EUA foi a ameaça da desdolarização, ou seja, a substituição do dólar por outra moeda tanto em reservas cambiais quanto em negociações internacionais de produtos.

Apesar das declarações não apresentarem nenhum conforto aos investidores de criptomoedas, o mercado segue em alta nesta quinta-feira (22), principalmente pela agitação causada pela entrada de gigantes de Wall Street no setor.

Jerome Powell fala sobre Bitcoin, criptomoedas e stablecoins

Enquanto a SEC classificou dezenas de criptomoedas como valores mobiliários, jogando-as sob sua supervisão, as stablecoins passaram longe de sua alçada. Portanto, muitos acreditam que o Fed seja o órgão responsável por fiscalizar tais projetos.

Jerome Powell, presidente do Fed, falou um pouco sobre o tema. Em suas falas, é perceptível a intenção de regular o setor que usa o dólar como base.

“Nós vemos as stablecoins de pagamento como uma forma de dinheiro”, comentou Powell, notando que tais projetos estão se aproveitando da credibilidade do Banco Central para criar um dinheiro estável.

Dado o recente histórico de ataques dos EUA às criptomoedas, é possível que as stablecoins sejam a próxima categoria de ativos na mira dos legisladores. Atualmente, duas das cinco maiores criptomoedas são stablecoins e seus volumes de negociações chegam a ser maiores do que o do Bitcoin.

Quanto a criptomoedas como o Bitcoin, o congressista Warren Davidson notou que elas possuem um valor de mercado de US$ 1,1 trilhão, questionando Powell sobre o que o presidente do Fed pensa sobre a indústria.

“Parece ter algum poder de permanência”, respondeu Powell, tentando reduzir o impacto delas já na frase seguinte. “Claro, elas tinham US$ 2,1 trilhões de valor de mercado há um ano, muito maior.”

Congressistas americanos estão preocupados com a desdolarização

Outro ponto debatido pela audiência foi o próprio dólar americano. Recentemente, até mesmo o ex-presidente Donald Trump afirmou que a moeda americana está sobre ameaça. Agora a conversa chegou ao congresso.

“Alguém aqui falou sobre a desdolarização”, comentou o congressista Brad Sherman. “Precisamos competir contra o Euro e contra o yuan chinês. Mas um lugar onde o Congresso pode agir é no que diz respeito às criptomoedas.”

“Os bilionários das criptomoedas nos disseram que eles querem substituir o dólar, eles estão trabalhando pela desdolarização e, quando bilionários lhe dizem que estão tentando ferir seu país, você deve acreditar neles.”

Sem tempo, Powell nem sequer conseguiu responder aos comentários. Na sequência foram debatidos números de inflação, tanto do dólar quanto de moedas de outros países. De qualquer forma, fica claro que os EUA estão sentindo-se ameaçados pelas criptomoedas e, talvez por isso, estejam pressionando o setor com seus legisladores.

Por fim, o Bitoin segue acima dos US$ 30.000 após titãs de Wall Street entrarem no mercado. No entanto, baseado nas falas acima, é difícil acreditar que os EUA facilitarão a aprovação de ETFs à vista de Bitcoin.

O vídeo completo pode ser assistido abaixo, na íntegra.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias