Trump diz que dólar está deixando de ser o padrão global, “será nossa maior derrota”

O discurso de Donald Trump já começou a ecoar nos EUA. Como exemplo, um deles contou que até seu barbeiro estava comentando sobre o colapso do dólar conforme China, Rússia e Brasil o abandonavam como uma moeda de reserva.

Após declarar-se inocente de 34 acusações, todas envolvendo fraudes nas eleições americanas, o ex-presidente Donald Trump voltou aos palanques nesta terça-feira (4) para promover sua campanha presidencial para 2024.

Como destaque, Trump fez questão de lembrar sobre as falhas econômicas e geopolíticas do presidente Joe Biden, que o venceu nas eleições passadas.

“Isso nunca teria acontecido se eu fosse seu presidente, nunca teria acontecido”, disse Trump enquanto falava sobre a inflação americana e uma suposta aliança entre China, Rússia, Irã e Coreia do Norte.

Seguindo, o ex-presidente americano também afirmou que a guerra russo-ucraniana não estaria acontecendo se ele estivesse no comando dos EUA.

“Nem a Rússia atacando a Ucrânia teria acontecido, todas aquelas vidas seriam salvas, todas aquelas belas cidades estariam de pé.”

Dólar está perdendo status de moeda global, diz Donald Trump

Hoje EUA são considerados o “valentão” por conta da sua dominância monetária. No entanto, muitos apontam que essa Era pode estar no início de seu fim.

Além de sanções a países inimigos, forçando-os a utilizar outras moedas em acordos comerciais, recentemente até mesmo o Brasil abandonou o dólar em um acordo com a China. Segundo acordo entre os Bancos Centrais dos dois países, o dólar não fará mais parte das negociações em importações/exportações.

Donald Trump está preocupado com isso, afirmando que a supremacia americana está ameaçada.

“Nossa moeda está caindo e logo não será mais o padrão mundial, o que será nossa maior derrota.”

“Francamente, em 200 anos não haverá derrota como essa. Isso nos afastará até mesmo de sermos uma grande potência”, continuou Trump. “Agora somos uma nação falida, somos uma nação em declínio.”

Em outro trecho, o ex-presidente americano também destaca que “a economia [dos EUA] está colapsando e a inflação está fora de controle”.

Nassim Taleb defende que o dólar está longe de perder seu posto

O discurso de Donald Trump já começou a ecoar nos EUA. Como exemplo, um deles contou que até seu barbeiro estava comentando sobre o colapso do dólar conforme China, Rússia e Brasil o abandonavam como uma moeda de reserva.

Em defesa do dólar, Nassim Taleb, autor dos livros Antifrágil e A Lógica do Cisne Negro, apontou que essas teorias são exageradas. Ou seja, Trump estaria usando isso apenas para enfraquecer seus adversários políticos.

“Você só vai começar a se preocupar com a condição do dólar como moeda de reserva quando enxergar longas filas do lado de fora dos consulados do Brasil, Rússia, Irã e China, cheias de jovens profissionais em busca de vistos de imigração.”

Seguindo, Taleb aproveitou o mesmo tuíte para provocar Balaji Srinivasan, executivo que apostou que o Bitcoin chegará em US$ 1 milhão em três meses.

Após um seguidor pedir por um debate entre os dois, sobre a situação do dólar, Taleb afirmou que “não usaria Balaji para carregar e descarregar seus móveis leves, mesmo que houvesse uma falta total de pessoal de mudança.”

Por fim, muitos acreditam que o Bitcoin esteja entre os grandes favoritos para substituir o dólar como padrão mundial. Afinal, além de ser resistente a censura, nenhum país seria mais beneficiado que outro, o que aconteceria em todos os outros cenários.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias