Presidente do Irã pede regulação urgente sobre Bitcoin para “proteger interesses nacionais”

Presidente reforçou que a atividade de mineração segue proibida.

Siga no
231ª reunião do Conselho de Coordenação Económica do Gabinete irã bitcoin
231.ª reunião do Conselho de Coordenação Econômica do Gabinete do Irã, em 08/06/2021/Reprodução

Está aberta a temporada de regulamentações urgentes sobre as criptomoedas, com países correndo risco de serem os últimos caso não corram. De acordo com um documento oficial do governo do Irã, o presidente quer regulamentar o Bitcoin o mais rápido possível.

A realidade no Irã é bem diferente da vivida em El Salvador, que tornou pela primeira vez a moeda digital de curso legal. Isso porque, nas últimas semanas o Irã proibiu a mineração de Bitcoin em seu território, afirmando que essa atividade tem causado apagões elétricos no país.

A fala do presidente Hassan Rohani aconteceu na última terça-feira (8), durante a 231.ª reunião do Conselho de Coordenação Econômica do Gabinete.

Presidente do Irã quer regulamentar Bitcoin urgentemente

A crise no Irã vai muito além dos apagões na energia. Os preços de mercadorias tem sofrido pressão no país, mas o governo pratica uma política de intervenção, proibindo aumentos em itens básicos.

Além deste tema, o Irã discutiu na reunião da última terça sobre as criptomoedas. Presidindo os debates, o presidente Hassan Rohani enfatizou a “necessidade de preservar e proteger os interesses nacionais neste domínio“.

“Hoje, o programa de inteligência econômica é uma exigência e devemos estar atentos aos requisitos legais e técnicos”

Para o presidente do Irã, a entrada de investidores no mercado de criptomoedas é uma prática de alto risco, que deve ser conscientizada pelo estado o mais rápido possível.

“Para legalizar a atividade de criptomoedas e proteger o capital das pessoas nesta área, devemos pensar em uma solução o mais rápido possível e estabelecer e comunicar as leis e instruções necessárias.”

Em sua fala, Rohani reforçou as medidas contra a mineração de Bitcoin no Irã, proibidas até o final do verão no país. Ao que parece, a intenção do atual mandatário é de criar regras rígidas ao setor, mas não deverá ser ele o responsável por isso.

Eleições presidenciais no Irã acontecem na próxima semana

Uma situação que pode atrapalhar a rápida tomada de decisão pelo país são as eleições presidenciais, marcadas para a próxima semana, no dia 18 de junho. Caso vá para o segundo turno, a eleição finaliza em 25 de junho.

Ou seja, mesmo que o atual presidente queira correr com o assunto, quem deverá definir é o próximo mandatário, visto que Rohani já ocupou o cargo em dois mandatos consecutivos e nem candidato é ao pleito.

Mesmo assim, que chegar já encontra a pressão de criar regras ao setor, que tem sido utilizado como válvula de escape às sanções impostas pelos Estados Unidos. A economia local segue arrasada, piorando no último ano.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Deputado Alexandre Frota

Alexandre Frota quer Bitcoin regulamentado em seis meses

Um projeto de lei para agilizar a regulamentação do Bitcoin foi protocolado no Congresso Nacional pelo deputado Alexandre Frota (PSDB-SP). Em seu pedido, o...
Lupa em El Salvador

“El Salvador é um caso forte para adoção em massa do Bitcoin” diz Forbes

Com a adoção do Bitcoin como moeda de curso legal por El Salvador, as discussões sobre a moeda digital estão sendo ampliadas e, em...
Dogecoin. Imagem:ShutterStock

CVM da Tailândia bane Dogecoin e NFTs

Aparentemente a Comissão de Valores Mobiliários da Tailândia não é grande fã de artes digitais. O órgão regulador baniu os NFTs e todas as...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias