Primeiro ETF de Bitcoin nos EUA estreia nesta terça-feira

Com os rumores da aprovação do ETF, na semanada passada o Bitcoin viu-se próximo a sua alta histórica de 64 mil dólares. Apesar da boa notícia para a moeda, o BTC ainda enfrenta uma forte resistência na faixa dos 62 mil dólares.

Imagem: Flick

Embora muitos apontassem que o ETF da Valkyrie seria o primeiro a ser aprovado, a ProShares saiu na frente desta largada. Segundo a empresa, seu ETF de Bitcoin começará a ser negociado nesta terça-feira sob o ticker BITO na NYSE.

Segundo Michael Sapir, CEO da ProShares, o ETF abre a possibilidade para investidores que desejam participar deste mercado sem ter que sair da sua zona de conforto, como a abertura de contas em exchanges de criptomoedas que ainda sofrem com questões de regulamentação e segurança.

Com isso, o bitcoin continua flertando com uma forte resistência na faixa dos 62 mil dólares, colocando os touros em uma difícil tarefa de quebrá-la e transformá-la em suporte antes que o mercado esfrie.

Longa espera

O primeiro pedido de um ETF de Bitcoin ocorreu em 2013, há 8 anos, pelos gêmeos Winklevoss, conhecidos tanto pelo processo em Mark Zuckenberg por ter roubado a ideia do Facebook quanto pelos seus investimentos em BTC em seus primórdios.

O início da negociação do ETF gerenciado pela ProShares é um marco muito importante para o Bitcoin, permitindo que a moeda se estabeleça ainda mais ao permitir a sua negociação por instituições que antes não podiam e também a outros, segundo Michael L. Sapir, CEO da ProShares.

“O BITO permitirá a exposição ao bitcoin para um grande segmento de investidores que possuem uma conta de corretora e se sentem confortáveis em comprar ações e ETFs, mas não desejam passar pelo incômodo e pela curva de aprendizado de abrir uma conta em uma exchange de criptomoedas… ou temem que essas exchanges não sejam regulamentadas e estejam sujeitas a riscos de segurança.”

Outros ETFs ainda esperam aprovação, como é o caso da Valkyrie, Invesco e Van Eck. Embora cada um deles seja diferente em vários aspectos, precisando ser aprovado pela SEC de forma exclusiva, a aprovação do ETF da ProShares é um bom sinal da atual visão do órgão dos EUA.

Forte resistência

Com os rumores da aprovação do ETF, na semanada passada o Bitcoin viu-se próximo a sua alta histórica de 64 mil dólares. Apesar da boa notícia para a moeda, o BTC ainda enfrenta uma forte resistência na faixa dos 62 mil dólares.

Por se tratar de um ETF de futuros, ainda não está claro se o Bitcoin conseguirá romper seu topo e o momento exige cautela na hora da compra, como apontado pelo escritor do livro “Pai Rico, Pai Pobre”.

Apesar de um ETF de spot (à vista) ser melhor que um de futuros, o investidor Anthony “Pomp” Pompliano, lembrou na semana passada que “cavalo dado não se olha os dentes” e que devemos ficar felizes com este início.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias