Prisão pode atrapalhar blockchain da Huawei

Um tensão entre dois estados!

Siga no

A Huawei é uma das maiores empresas da China, e foi envolta na crescente tensão entre os EUA e seu país, com a prisão da Vice-Presidente Financeira da empresa na data 06/12/2018.

A prisão abalou o mercado mundial de bolsas tradicionais, no Brasil o dólar fechou a R$ 3.87 e o clima na B3 também não foi legal, com queda no Índice Bovespa.

A crescente tensão comercial entre os EUA e a China, que deveriam ter se amenizado após o G20 de Buenos Aires no último fim de semana, culminou na prisão de Meng Wanzhou, CFO da Huawei.

A prisão aconteceu no Canadá, e a mesma poderá ser extraditada ao Estados Unidos para julgamento, visto que a ação foi a pedido da justiça dos EUA.

A justificativa para a prisão, foi que a mesma teria ignorado as sanções impostas ao Irã pelos EUA, uma situação que Donald Trump já havia indicado que não seria permitida de forma alguma.

Para a Huawei, a prisão foi injusta e a empresa insiste que não possui relação com o Irã, e nem que trabalha como espiã para a China, outro rumor que teria justificado a prisão de Meng.

A Huawei é uma das maiores distribuidoras de equipamentos de telecomunicações do mundo, e a segunda maior em produção de Smartphones, visto que superou a Apple recentemente e fica atrás apenas da sul-coreana Samsung.

O detalhe é que a empresa anunciou sua blockchain privada recentemente (29 de novembro), e isso atrapalha os planos da empresa de fechar parcerias, o que é um dos pilares destes modelos de negócios, também conhecidos como DLTs.

A aplicação chamada de Huawei Cloud possui como foco empresas, com versões profissionais free até o dia 31 de dezembro de 2018 disponível.

A blockchain privada da empresa faz parte dos planos de expansão tecnológica da empresa, mas que agora podem ter problemas ao se deparar diretamente com a maior potência do mundo em seu encalço.

A prisão da CFO da empresa, que também é filha do fundador, ainda terá desdobramentos sérios no mundo todo, e a blockchain Huawei Cloud pode encontrar resistências em sua adoção.

Cabe o destaque ainda que blockchains públicas como o Bitcoin são incensuráveis, e funciona independente da política e de estados.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

“Bitcoin não me atrai”, diz André Esteves do BTG Pactual em áudio vazado

Um áudio vazado de uma conversa de André Esteves, banqueiro do BTG Pactual, deixou claro a opinião dele sobre o Bitcoin como um investimento. O...
Dúvida sobre o Bitcoin ser caçado pela China

China pode estar planejando cancelar proibição do Bitcoin

A China tem sido um dos países que mais aparece nos holofotes do setor financeiro, seja ele o tradicional ou então o criptomercado. Com...

Alemanha vai leiloar R$ 75,2 milhões em Bitcoin

O leilão de criptomoedas realizados por diferentes governos tem sido algo cada vez mais comum, e desta vez um estado da Alemanha vai leiloar...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias