Procurando emprego, mulher cai em golpe de bitcoin

Golpes aplicados em caixas eletrônicos de bitcoin mostram que investidores devem ficar atentos.

Uma mulher de 27 anos procurava um emprego nos Estados Unidos e nunca imaginou que seria vítima de um golpe de bitcoin, tecnologia que não conhecia até então.

O bitcoin é uma moeda digital criada em 2009, sendo utilizada principalmente pela internet em transações pela internet. Para adquirir essas moedas alguns investidores preferem comprar com dinheiro físico. Para isso, os caixas eletrônicos são uma das opções que podem ajudar.

Os Estados Unidos possuem o maior número de caixas eletrônicos do mundo, de acordo com dados do CoinATM Radar, sendo 34 mil equipamentos em todo o território. O segundo colocado, o Canadá, possui apenas 2.600 ATMs do tipo, o que mostra que os EUA estão com a maior cobertura disparada pelo mundo.

Ao procurar emprego, mulher cai em golpe de caixa eletrônico de bitcoin

Se tornou comum comprar bitcoin com essas máquinas no país, bastando inserir dólares e receber suas moedas digitais.

Contudo, os golpes que utilizam caixas eletrônicos ampliaram sua atuação, segundo uma reportagem do Detroit Free Press.

Uma das vítimas foi Jacquelyn Halushka, uma norte-americana de 27 anos, que procurava um emprego pela internet quando se deparou com uma vaga de trabalho que oferecia muitas vantagens e uma ótima remuneração. Em resumo, seria o emprego dos seus sonhos naquele momento.

Assim, ela entrou em contato com a suposta empresa e participou do processo seletivo, quando foi informada que foi aprovada para a vaga e que poderia começar imediatamente.

Ela recebeu até um cheque de US$ 6.548,00 que poderia ser depositado em sua conta, momento em que tirou foto e enviou para seu banco, recebendo US$ 500,00 imediatamente em sua conta.

A empresa lhe disse que como sinal de boa-fé e para “comprovar seu endereço”, ela deveria se dirigir até o caixa eletrônico de bitcoin mais próximo e enviar os US$ 500,00 para um endereço fornecido pelos falsos contratantes, sendo essa a última etapa do processo.

Ela então inseriu cinco notas de US$ 100,00 no equipamento e enviou os bitcoins para o endereço fornecido. Antes disso, ela nunca havia comprado bitcoin em sua vida.

Golpistas aproveitam aumento no número de máquinas para roubar

Como transações de bitcoin não são possíveis de serem estornadas, os golpistas estão aproveitando para roubar pessoas desatentas.

E não são apenas falsas vagas de emprego sendo utilizadas, mas também namoro online, falso suporte de empresas como a Apple, entre outras histórias mais.

O caso mostra que, em qualquer situação que algum desconhecido lhe pedir para enviar bitcoin para uma carteira, seja via caixas eletrônicos ou corretoras pela internet, desconfie imediatamente de um golpe provável.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias