Protocolo DeFi sofre ataque hacker e perde R$720 milhões

Hacker e Bitcoin
Bandido virtual e Bitcoin

O protocolo de finanças descentralizadas Cream Finance sofreu um ataque que drenou 720 milhões de reais em tokens através de um ataque que utilizou flash loan, bem comum nestes casos.

Este não foi o primeiro ataque sofrido pela Cream, apesar disso foi o maior até o momento, superando o montante somado dos dois anteriores. A equipe comentou através do Twitter que está investigando o caso.

O número crescente de hacks em protocolos de DeFi está relacionado ao seu ganho de popularidade e, por consequência, o montante de dinheiro envolvido. Sendo um atrativo aos olhos dos hackers.

Já pode pedir música

Este é a terceira vez que o Cream Finance sofre perdas. Em agosto deste ano cerca de 100 milhões de reais em tokens foram roubados da plataforma e anteriormente, em fevereiro, outros 200 milhões.

Todavia este foi o maior deles, vítima de um exploit utilizando flash loan, uma técnica que permite que o atacante pegue dinheiro emprestado e devolva logo em seguida, o Cream Protocol perdeu 720 milhões de reais em tokens.

Transação do exploit na Cream Finance. Fonte: EtherScan

Na transação em questão, o atacante também deixou uma mensagem estranha para os desenvolvedores do Cream e outros dois projetos de DeFi, Aave e Iron, sendo este último já abandonado devido a um ataque em março.

Mensagem deixada pelo hacker. Fonte: EtherScan

Além de ter sido a maior perda do protocolo, a quantia de R$ 720 milhões também coloca este ataque entre os maiores do setor. Até o momento, este hack da Cream Finance só fica atrás dos ataques sofridos pela Poly Network (1,5 bi), PancakeBunny (1,1 bi) e da Paid Network (890 milhões).

Através de seus canais de comunicação oficiais, a equipe da Cream Finance anunciou que estava investigando o caso e que compartilhará informações em breve.

“Estamos investigando um exploit no C.R.E.A.M. v1 no Ethereum e compartilharemos atualizações assim que estiverem disponíveis.”

O alvo é o dinheiro

No último ano os roubos a protocolos de DeFi tiveram um aumento gigante tanto em relação a hacks de exchanges centralizadas quanto aos montantes envolvidos. A razão disso é que criminosos sempre focam onde há mais dinheiro e com a popularização destes projetos, não é difícil encontrar notícias do tipo.

Apenas no mês passado, ao menos quatro plataformas de DeFi foram hackeadas. Apesar disso o montante do exploit sofrido pela Cream ainda é maior que todos eles somados, o que chama a atenção de todos.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias