Quais as possíveis consequências do Hard Fork da Bitcoin Cash?

-

Siga no
Anúncio

O Hard Fork BCH que ocorreu ontem, 15 de Novembro de 2018 é um dos hard forks mais polêmicos na curta história das cripto moedas. Um pouco mais de um ano após sua separação de rede original do Bitcoin; o BCH se encontra em uma nova disputa. O hard fork que foi inicialmente planejado como um update de protocol virou uma guerra de influências. 

De um lado se encontra o time original do Bitcoin Cash. Com Bitcoin ABC e o apoio de Roger Ver e Amaury Séchel. Consequentemente, do outro lado se encontra a Bitcoin SV com o apoio de Craig Wright também conhecido como Fake Satoshi.

Com a separação do ecosystem da Bitcoin Cash, mineradores consequentemente já tiveram que escolher qual rede seguir. No momento o que vemos é uma guerra de hash power.  Duas redes lutando por sua sobrevivência e por sua valorização. 

Anúncio

A possibilidade de um “clean split” com replay protection é inexistente. Apesar do “Replay Protection” ter sido implementado pela rede da Bitcoin ABC, o próprio foi copiado pela Bitcoin SV com o objetivo de neutraliza-lo. Então o que podemos esperar? 

Quais as possíveis consequências desse Hard Fork?

Bom, no momento a situação é bem complicada.

Opção 1: Apenas uma moeda sobrevive o split e a outra desaparece como muitas outras versões da Bitcoin já desapareceram

Opção 2: As duas moedas sobrevivem e eventualmente se separam, cada uma com seu nome e “ticker” – Talvez Bitcoin ABC continue sendo Bitcoin Cash e Bitcoin SV apareça nas exchanges. Levando em consideração que replay protection é inexistente, e com isso não se é recomendado transferir BCH entre exchanges e carteiras durante esse período. Durante essa period de transição, ao utilizar uma moeda você está automaticamente utilizando a outra. Portanto, é importante usar um “splitter” caso você não queira esperar o fim da disputa.

Opção 3:  As duas moedas morrem. De fato, não podemos ignorar essa possibilidade. Se essa guerra de hash continuar as duas moedas podem acabar se exterminando. Uma maneira disso acontecer seria um ataque de 51% de hash ou simplesmente a perda de confiança da comunidade. 

Felizmente esse é um dilema que não afeta os usuários da Bitcoin (BTC) ou qualquer outra crypto moeda no mercado. Para quem gostaria de monitorar acesse hashwars.cash

Se inscreva no canal MamãeCrypto

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Avatar
Michelle Mafrahttp://mamaecrypto.blogspot.com
Mãe na ativa, empreendedora e cripto entusiasta. Meu foco é ser uma ponte de informação segura sobre cripto moedas, trazendo muitas novidades diretamente da California. Autora o livro e Ebook: O Guia da Litecoin (LTC) Voluntária da Equipe West Coast USA da Litecoin Foundation

Leia mais

Últimas notícias

Coluna do TradingView: Novo Patamar

Em novo patamar de preço, as criptomoedas começam a ter viés altista em plena segunda onda do COVID. Confira o que estão pensando os...

Grupo Bitcoin Banco não pagou comissões para ex-funcionária

O Grupo Bitcoin Banco não pagou o que deve a uma série de clientes que investiram em criptomoedas utilizando essa corretora. Os funcionários do...

Campanha presidencial de Trump é atacada por golpistas de criptomoeda

Na reta final para as eleições nos EUA o site oficial da campanha de Donal Trump foi atacado por um grupo de hackers que...