Quais foram as repercussões da ida de Mark Zuckerberg ao Congresso?

CEO do Facebook foi sabatinado por congressistas!

-

Siga no
Libra: Criptomoeda do Facebook
Libra: Criptomoeda do Facebook
Anúncio

O CEO do Facebook realizou uma visita ao Capitol Hill, sede do governo dos EUA, na última quarta (22), e certamente isso causou enormes repercussões pelo mundo todo. Além disso, Zuckerberg foi confrontado sobre a criptomoeda do Facebook, a Libra, que pretende ser lançada em 2020.

Um dos maiores problemas para o lançamento da Libra tem sido a desconfiança dos governantes nessa tecnologia. De fato o Facebook não é uma empresa que possui reconhecimento como “de confiança”. Em outras palavras, após o caso Cambridge Analytica, o Facebook passou a ser visto como uma empresa não confiável.

Os principais problemas associados ao Facebook seria: falta de privacidade, riscos de trades, discriminação, segurança nacional, política monetária, estabilidade do sistema financeiro mundial, entre outros. Com isso, o congresso dos EUA convocou Mark Zuckerberg para falar sobre o potencial impacto da Libra.

Zuckerberg levou comitiva ao Capitol Hill para se defender de acusações e explicar o seu projeto

Anúncio

Desde 2018, quando explodiu na mídia mundial que o Facebook teria ajudado na eleição de Trump que a empresa passa por total descrédito. Claro que como uma grande empresa dos EUA, vem lutando contra os fatos a ela imputados.

Contudo, ao realizar o anúncio da criação de uma nova moeda digital, a Libra, a empresa voltou ao destaque. Não há ainda no mundo atual o registro de um projeto mais ambicioso do que este. Esta ambição certamente é positiva, ao se imaginar que a empresa pode levar os bancos aos desbancarizados. Além disso, a maior base de dados de usuários está no Facebook, o que dá a esta empresa um enorme alcance para sua aplicação.

Apesar disso, há alguns pontos do projeto Libra que são extremamente preocupantes, principalmente pelo lado de governantes. A criptomoeda do Facebook, por exemplo, será integrada aos aplicativos da empresa, como WhatsApp, Instagram, Facebook Messenger, entre outros. Desse modo, há preocupações quanto a privacidade dos usuários, que se tinham seus dados antes expostos.

Quais foram as repercussões da ida de Mark Zuckerberg ao Capitol Hill?
Repercussões da ida de Mark Zuckerberg ao Capitol Hill ecoaram pelo mundo!

Congressistas subiram o tom contra Mark Zuckerberg

Para a congressista Waters, que abriu a seção, o projeto Libra é muito grande. Além disso, o CEO do Facebook mente sobre suas intenções e que possivelmente acredita estar acima da lei, expandindo agressivamente o tamanho de sua empresa. Em outro ponto, Waters disse que o Facebook coloca em risco seus competidores e até a democracia americana para obter o que quer. Neste ponto, Mark Zuckerber riu da fala de Waters.

Para o congressista McHenry, Zuckerberg é um dos titãs da inovação digital. Com isso, a responsabilidade do CEO do Facebook é enorme, e ele deve responder por ela.

Neste ponto, Zuckberg defendeu que a Libra será um caminha para a expansão dos EUA para o mundo, uma vez que será fortemente lastreada em Dólar. Além disso, se inovações no âmbito financeiro não acontecerem, as pessoas poderão sair no prejuízo. Mark ainda relembrou aos congressistas que a China irá emitir sua própria criptomoeda nos próximos meses.

Para o congressista Sherman, Mark não poderá se esconder atrás de sua criação caso algo dê errado. Para Jameson Lopp, tal fato faz com que Satoshi Nakamoto pareça mais esperto a cada dia que passa.

Toda a conversa dos congressistas com Mark Zuckerberg pode ser vista no vídeo abaixo.

Quais foram as repercussões no mercado de criptomoedas sobre a visita de Zuckerberg ao Congresso?

Alguns analistas acreditam que o Bitcoin caiu de preços na data devido à pressão sobre a Libra. O preço do Bitcoin despencou na data, abaixo da marca de U$ 8 mil dólares.

Entretanto, na comunidade de criptomoedas, os olhares estavam atentos para o Congresso dos EUA. Talvez porque os congressistas da maior potência americana estavam discutindo sobre criptomoedas, mas também para medir o impacto da inovação do Facebook. As repercussões quanto às falas de Mark Zuckerberg foram, em geral, negativas.

Para um dos fundadores da Ethereum, Joe Lubin, o Facebook é perigoso. Lubin disse que a empresa é uma arma de manipulação da sociedade em massa. Com isso, fica claro que a comunidade Ethereum vê com maus olhos a Libra.

Além disso, o CEO da Ripple, que é a terceira criptomoeda do mercado e talvez uma das que se afete pela Libra, também deu sua opinião. Para Brad Garlinghouse, o Facebook e a Libra errou no principal ponto: confiança. Para Brad, Zuckerberg reconhece que não possui confiança, principalmente de governantes.

Em conclusão sobre as repercussões do caso de Mark Zuckerberg no Congresso, cabe o destaque de nota feita por Kyle Torpey. Para Kyle, após o depoimento do CEO do Facebook, o que fica é o “lembrete que o Congresso dos EUA estaria cheio de idiotas”. A luta do Facebook para lançar sua criptomoeda continua, e a pressão só aumenta para Mark.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Leia mais

Verificador de saldo de endereços bitcoin

Verifique o Saldo de Endereços Bitcoin

O Verificador de Saldo de Endereços Bitcoin já está disponível. Desenvolvido no Brasil, o aplicativo permite verificar facilmente o saldo de diversos endereços bitcoin...
ONU (Nações Unidas, Blockchain e Bitcoin)

USP participou na ONU de Blockchain Central UNGA

O estado de São Paulo foi representado na 75.ª Assembleia Geral da ONU na última semana, e com a participação da USP em um...
Hacker. Imagem: Cortesia Pixabay

Corretora de criptomoedas perde R$ 1 bilhão após ser hackeada

A KuCoin, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo perdeu US $ 200 milhões (R$ 1.1 bi) após ser hackeada. O ataque aconteceu...

Últimas notícias

USP participou na ONU de Blockchain Central UNGA

O estado de São Paulo foi representado na 75.ª Assembleia Geral da ONU na última semana, e com a participação da USP em um...

Corretora de criptomoedas perde R$ 1 bilhão após ser hackeada

A KuCoin, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo perdeu US $ 200 milhões (R$ 1.1 bi) após ser hackeada. O ataque aconteceu...

Grande banco dos EUA é acusado de participação em golpe com criptomoedas

O esquema de pirâmide OneCoin foi o maior esquema ponzi recente, sumindo com bilhões de clientes, levando a prisões e até mesmo a uma...