Mais de R$ 10 bilhões em Bitcoin podem ter sido perdidos para sempre, entenda

Satoshi Nakamoto dizia que cada Bitcoin perdido é uma doação para a rede como um todo.

Siga no
Bitcoin queimando. Imagem: ShutterStock
Bitcoin queimando. Imagem: ShutterStock

Mircea Popescu é um nome muito importante dentro do mercado de criptomoedas. Conhecido por muito tempo como um dos maiores detentores de Bitcoin da história, ele foi um dos primeiros a investir na moeda digital.

Popescu tinha cerca de 1 milhão de bitcoins, uma verdadeira fortuna, similar a montante do próprio Satoshi Nakamoto… Mas infelizmente, Popescu acabou morrendo afogado em um acidente na Costa Rica na semana passada.

Com a morte de Popescu, temos uma perda triste e prematura dentro do criptomercado,  mas também 1 milhão de bitcoins que podem ter sido perdidos para sempre. O valor chega a US $2 bilhões, ou cerca de R$ 10 bilhões, se considerarmos o valor mais alto de 2021.

1 milhão de bitcoins perdidos para sempre?

De acordo com as informações da mídia local, Popescu entrou no mar para nadar no setor de Tramonto, Costa Rica, e foi arrastado pela corrente e morreu na hora. Ainda de acordo com as informações, a praia onde Popescu morreu não é considerada própria para banho por causa do perigo com a correnteza do local.

Alguns membros do criptomercado estão bem céticos sobre a morte do famoso bitcoiner. Alguns acreditam que ele está apenas fingindo sua morte, pronto para fugir com sua fortuna e nunca mais ser encontrado, sumindo como Satoshi e o brasileiro Rodrigo Fraga. 

No entanto, pessoas próximas de Popescu confirmaram a morte e o seu blog pessoal não foi atualizado desde o dia do anúncio do acidente. O rumor é que as pessoas próximas do investidor e sua família não possuem nenhum acesso às carteiras e aos bitcoins que ele tinha.

“Rumores estão circulando de que a família do bitcoiner Mircea Popescu que controlava mais de 1 milhão de BTC não tem acesso a seus fundos. 1 milhão de BTC podem ter saído do mercado para sempre.”

Alexander Mardar, pesquisador no Crypto Briefing, acredita que com a recente morte de Popescu e até mesmo a de McAfee podem diminuir consideravelmente o número de bitcoins disponíveis no mercado.

“Parece que com a morte de Mircea Popescu e John McAfee, um número significante de Bitcoins pode se perder para sempre.”

Com um suprimento máximo de 21 milhões de Bitcoins, 1 milhão pode fazer sim uma grande diferença no futuro, já que o Bitcoin é determinado por oferta e demanda.

O valor supostamente perdido por Popescu representa 4,7% de todos os bitcoins que existirão no futuro, (21 milhões).

Esse pode ter um impacto muito grande no futuro, afinal, quanto mais escassez na rede, maior o valor de cada moeda que “sobra”.

Parafraseando o criador do Bitcoin, Satoshi Nakamoto, cada Bitcoin perdido é uma doação para a rede como um todo.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Dotz vai permitir que clientes troquem pontos por bitcoin

A Dotz, uma das principais gestoras de pontos de fidelidade do Brasil, com uma grande quantidade clientes, pode ser mais uma forma de aproximar...
Claudio Oliveira. "Rei do Bitcoin"

‘Rei do Bitcoin’ e mais oito pessoas são indiciadas por fraude bilionária

O "Rei do Bitcoin", Cláudio Oliveira, fundador do Bitcoin Banco, e mais oito pessoas foram indiciadas em seis crimes que causaram um prejuízo bilionário...

Ethereum vai ultrapassar o Bitcoin, diz CEO da Pantera Capital

O Ethereum está prestes a passar por uma de suas mais importantes atualizações, o hard fork London, em preparação para o Ethereum 2.0. Essa...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias