Real brasileiro é a moeda mais desvalorizada do mundo, diz Financial Times

Situação pode ficar ainda pior, segundo analistas ouvidos pelo jornal inglês.

-

Nos siga no:

O real brasileiro lidera um ranking um tanto quanto vergonhoso: o das piores moedas do mundo. Desde janeiro, a desvalorização do real frente ao dólar foi de -32%, segundo o Financial Times. É a maior queda registrada neste ano.

E esse cenário – que já é desastroso – pode ficar ainda pior, de acordo com analistas ouvidos pelo jornal inglês. Um dos principais motivos para isso, disseram eles, é a forma como o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) vem lidando com o coronavírus.

“O tratamento dado pelo chefe da nação brasileira à pandemia não aumentou a confiança. Além disso, o país tem altos riscos políticos, enquanto que as taxas de juros agora são muito baixas”, disse o gerente de portfólio do DWS Group, Xueming Song, à publicação.

Presidente Jair Bolsonaro no Palácio da Alvorada. Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Vale lembrar que, desde o início da pandemia, Bolsonaro vem atuando de forma contrária às recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde), inclusive gerando aglomerações.

Na terça-feira (19) – dia em que o país ultrapassou a marca de 1.000 mortes em 24 horas – ele fez até uma piada dizendo que “quem é de direita toma cloroquina, quem é de esquerda toma Tubaína”.

País tomou uma rasteira, diz especialista

A reportagem do Financial Times lembrou que, até o final de 2019, a moeda brasileira era uma das apostas de 2020. Esse otimismo todo era devido às reformas propostas pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e ao crescimento de 2% esperado para o país.

Seis meses depois, no entanto, tudo veio abaixo. Guedes perdeu a liderança, o presidente da república virou alvo de pedidos de impeachment e o Brasil ganhou o posto de terceiro país do mundo com maior número de infectados pela Covid-19.

Fonte: Ministério da Saúde

Instituições financeiras, que no início do ano previam valorização da moeda, agora estimam que US$ 1 poderá chegar a R$ 6 até o final do ano. “A história do Brasil recebeu uma enorme rasteira”, disse o estrategista do Citi, Luis Costa, ao jornal inglês.

Controle de qualidade no Brasil me deixa nervoso, diz especialista

O jornal também citou que até o início do ano passado, apesar da instabilidade política no país, os investidores estrangeiros ainda apostavam no real por causa da taxa de juros, que era de 6%. O BC (Banco Central), no entanto, cortou a Selic pela metade.

A queda dos juros – somada à pandemia e às ingerências políticas – ajudou a afastar os investidores internacionais e abalou ainda mais a confiança na moeda brasileira, segundo o gerente de portfólio da Robeco, Wim-Hein Pals.

“O controle de qualidade no Brasil me deixa um pouco nervoso porque o país não tem o melhor histórico de gerenciamento da inflação”, disse ele ao Financial Times.

Esse receio internacional com relação à economia brasileira pode ser verificado por meio do risco-país, indicador que mede o medo do mercado. Em 2020, o risco-país triplicou, passando de 106 pontos no início do ano para 341 pontos em maio – um dos maiores entre os países emergentes.

----------------------------------------- Quer comprar Bitcoin? Conheça a Ripio! A plataforma mais simples para iniciantes e experts na economia digital, Acesse https://www.ripio.com/pt/
Quer receber novidades no e-mail? Assine nossa  Newsletter.
Saiba tudo sobre:
Anúncio

Bitcointrade - 95% dos depósitos aprovados em até 30 minutos!

Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos!

Complete seu cadastro em 5 minutos!
Lucas Gabriel Marins
Lucas Gabriel Marins
Jornalista desde 2010. Escreve para Livecoins e UOL. Já foi repórter da Gazeta do Povo e da Agência Estadual de Notícias (AEN).

Escreva seu comentário:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sequestro de empresário tem caso ligado à pirâmide

Um empresário foi alvo de um sequestro cinematográfico em Maceió no último domingo (24), podendo o caso ter ligações com uma pirâmide financeira. A...

Maior banco da Rússia vai investir R$ 500 milhões para instalar 5 mil caixas...

A atual pandemia da Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus (Sars-COV-2) tem mudado muitas coisas em todos os lugares. As criptomoedas e a...
Criptomoeda do Facebook, Libra

Facebook troca nome de sua carteira digital para “Novi”

O anuncio da criptomoeda do Facebook, a Libra, pegou muita gente de surpresa durante 2019 e foi um dos assuntos mais comentados em todo...
Baleia de Bitcoin

Baleias estão aproveitando queda do Bitcoin para comprar mais

O halving do Bitcoin foi um momento muito aguardado por todos que acompanham o ecossistema da criptomoeda. Nos dias seguintes após o halving, o Bitcoin...
Dólar físico e Bitcoin Digital

Preço do Bitcoin no Brasil acompanha tombo do dólar

Após uma forte atuação no câmbio, o Banco Central do Brasil conseguiu valorizar o real, ainda que pouco. Mas com o dólar em queda,...