Rebranding – INS Ecosystem se torna Insolar

Mais uma a sair da Ethereum!

Siga no

Na história dos tokens Ethereum existentes e que estão a migrar para blockchains próprias, a conta ganhou mais um participante, sendo a INS Ecosystem a próxima a abandonar a segunda maior rede para criar a sua própria MainNet.

No ano de 2018, os tokens TRON (TRX) e EOS (EOS), que seguem no top 20 do mercado de criptomoedas, anunciaram saída da rede Ethereum e partiram para o desenvolvimento de suas próprias redes blockchain.

Isso é um marco para uma criptomoeda que pretende ser a referência em criação de dApps e Smart Contracts como é o caso da Ethereum, visto o valor em mercado que foi perdido e principalmente os motivos que levaram a saída das mesmas.

A INS Ecosystem é um projeto que surgiu com um ICO na rede Ethereum no ano de 2017, sendo listado em várias exchanges de grande volume, e estando no momento desta na posição 249 do Coinmarketcap.

A Ins Ecosystem entretanto anunciou nesta data (08 de novembro), que estaria a mudar a sua marca para Insolar, e além disso vai com sua equipe de desenvolvimento buscar a criação de uma rede blockchain própria.

A Insolar, de acordo com o anúncio oficial, é o novo nome do token mas que permace com a sigla INS, que irá permitir uma visão expandida do negócio sem alterar os seus princípios.

Os holders detentores do token deverão acompanhar de perto o novo roadmap, uma vez que criada a nova rede haverá um swap para efetuar a troca dos antigos ERC20 para os novos da nova rede, que possui previsão de ser criada em 2019.

Fonte: Telegram @insolar

O projeto foi anunciado ainda como uma Blockchain 4.0, destacando as suas diferenças para demais criptomoedas e as vantagens do mesmo.

Fonte: Telegram @insolar

A Insolar, pelo seu anúncio oficial, disse ainda que possui cerca de 30 desenvolvedores blockchain trabalhando em seu projeto, dos quais possuem cientistas da computação, criptógrafos e estudiosos do setor.

No site oficial as utilidades para o token INS foram definidas como método de pagamentos, mineração POS, incentivos e votação nos projetos. No momento de escrita deste, cada token estava cotado em U$ 0,55 a unidade.

*A notícia acima não constitui como uma recomendação de compra e venda de criptoativos, o mercado é novo e considere estudar bastante antes de realizar qualquer investimento.

Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

“Nunca emprestamos dinheiro para a Singu”, diz BitcoinTrade em caso da Natura e Tallis...

A Natura é uma das empresas mais conceituadas do Brasil e um investimento considerado seguro por muita gente. Como qualquer outra ação, os títulos...

Coluna do TradingView: Bitcoin e a briga de compradores e vendedores

Bitcoin chegou no topo e já ensaiou um rompimento, mas falhou. O preço está brigado no topo e se romper pode ser um estouro....

Visa vai conectar sua rede de pagamentos a criptomoeda

A Visa, uma das maiores processadoras de pagamentos do mundo anunciou nesta quarta-feira (2) que vai integrar o seu sistema de pagamento com o...

Últimas notícias

Coluna do TradingView: Bitcoin e a briga de compradores e vendedores

Bitcoin chegou no topo e já ensaiou um rompimento, mas falhou. O preço está brigado no topo e se romper pode ser um estouro....

Visa vai conectar sua rede de pagamentos a criptomoeda

A Visa, uma das maiores processadoras de pagamentos do mundo anunciou nesta quarta-feira (2) que vai integrar o seu sistema de pagamento com o...

Visa lança cartão de crédito com cashback em bitcoin

Agora você pode receber 1.5% de cashback em bitcoin por compras efetuadas por meio de um novo cartão de crédito lançado pela Visa em...