“Rei do Bitcoin” é condenado a 8 anos de prisão

Caso complexo de um golpe contra investidores de criptomoedas no Brasil.

Cláudio Oliveira, conhecido como Rei do Bitcoin
Cláudio Oliveira, conhecido como "Rei do Bitcoin"

Cláudio José de Oliveira, conhecido no Brasil como”Rei do Bitcoin”, foi condenado pela Justiça Federal em Curitiba a 8 anos e seis meses de prisão. Além disso, ele terá de pagar multa, após ser apontado como o responsável por uma fraude no mercado de criptomoedas.

Cláudio e sua esposa, Lucinara, foram presos pela Polícia Federal durante a Operação Daemon, em julho de 2021.

Na ocasião, ele era procurado após sumir com o dinheiro de investidores e alegar que suas empresas foram vítimas de um ataque hacker. É comum em vários golpes com criptomoedas que os responsáveis pela fraude se utilizem dessa narrativa, em busca de justificar a parada de saques para clientes.

Quem foi o suposto “Rei do Bitcoin”?

No caso de Cláudio, ele era o dono do Grupo Bitcoin Banco, que tinha corretoras como a Negocie Coins, Tem BTC e outras plataformas. A sede do grupo era na cidade de Curitiba, Paraná, que acabou recebendo atenção para um grande golpe praticado na cidade.

O golpe consistia em receber depósitos de clientes e supostamente permitir que eles vendessem bitcoin por um preço acima do praticado no mercado, modelo que ficou conhecido como arbitragem infinita.

A prática chamou tanta atenção que ficou conhecida entre investidores, que depositavam criptomoedas na plataforma em busca das estranhas negociações infinitas. Em 2019, contudo, o Bitcoin Banco suspendeu saques, alegando um ataque e logo pediu Recuperação Judicial na justiça.

Cláudio então se tornou uma figura famosa na comunidade de criptomoedas no Brasil, patrocinou eventos e contou com apoio de youtubers. Em um jantar com investidores promovido por Cláudio, o “Rei do Bitcoin” recebeu até o “Faraó dos Bitcoins” Glaidson Acácio e sua esposa Mirelis Zerpa.

Rei do Bitcoin cumprimenta Faraó dos Bitcoins em jantar
“Rei do Bitcoin” cumprimenta “Faraó dos Bitcoins” em jantar.

“Rei do Bitcoin” condenado a oito anos e seis meses de prisão, mais multa

Cláudio José de Oliveira foi absolvido dos crimes de associação e organização criminosa. Contudo, pelas fraudes financeiras, o “Rei do Bitcoin” pegará 8 anos e seis meses de prisão, mais o pagamento de multa.

Antes de ser condenado ele tentou sair da prisão em várias oportunidades, inclusive no STJ que negou sua liberdade.

Sua esposa Lucinara também foi condenada a prisão, dois anos e 5 meses em regime aberto, pelo crime de organização criminosa, também devendo multa. Considerado braço direito do “Rei dos bitcoins”, Johnny Pablo Santos foi absolvido de todos os crimes a ele imputados.

Outras cinco pessoas envolvidas com o caso deverão ser julgadas pela justiça estadual.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias