Relatório aponta que Bitcoin continua a reinar em 2021

Binance Research fornece análises e percepções profissionais baseadas em dados para o mercado de criptomoedas.

Relatório da Binance Research sobre o mercado de criptomoedas e Bitcoin
Relatório da Binance Research 2021

Um novo relatório lançado pela Binance Research, braço de pesquisa da corretora, aponta que o Bitcoin continua a reinar no mercado de criptomoedas. Mesmo assim, há espaço para o crescimento de novos projetos neste setor.

Chamado de “Índice Global de Usuários de Criptomoedas 2021“, o relatório apresenta tendências do mercado para o ano. Participaram do estudo mais de 60 mil pessoas de vários países.

Com a coleta de dados, feita entre setembro de outubro de 2020, o mercado de Bitcoin pode ter uma referência do que pode acontecer nos próximos meses.

Produzido pela Binance Research, relatório aponta que Bitcoin continua a reinar entre usuários de criptomoedas

O início de 2021 tem sido positivo para o Bitcoin, maior criptomoeda do mundo. Com alta nos preços, a moeda viu até Elon Musk, um dos homens mais ricos do mundo, colocar o Bitcoin em destaque pelo Twitter.

Os usuários de criptomoedas de 178 países, que participaram de um estudo da Binance Research, afirmaram que o Bitcoin continua sendo o preferido.

O relatório da Binance Research destacou que o Bitcoin é está no portifólio de 65% das pessoas que investem em criptomoedas. Desses investidores, 30% colocam entre 1 e 20% do portfólio em Bitcoin.

“Bitcoin, que é detido por 65% dos usuários que possuem qualquer criptoativo, continua a ser a criptomoeda mais popular. 30% dos proprietários de Bitcoins alocam de 1 a 20% de seu portfólio cripto em BTC”, afirmou relatório da Binance Research<

O movimento contrasta com uma baixa confiança no sistema bancário. De 20 mercados representados na pesquisa, 17 mostraram menos de 50% de confiança no sistema bancário local. Desse modo, com o Bitcoin, os usuários acreditam na liberdade do dinheiro.

Um dos países que apareceu na lista com baixa confiança em instituições bancárias foi o Brasil, com apenas 35% de confiança no sistema bancário. Os usuários mais descrentes em bancos foi aqueles moradores da Argentina, com apenas 4% de confiança.

Maior parte das criptomoedas estão em corretoras, não carteiras

Um dos dados que mais chamam atenção na pesquisa é o percentual de usuários que mantém suas moedas em corretoras. Prática desaconselhada, principalmente por riscos de um eventual ataque cibernético, ainda é comum no mercado de criptomoedas.

A Binance Research afirma que 60% dos usuários de criptomoedas ainda mantém suas moedas em corretoras. Ou seja, corretoras, e não carteiras, são o local mais popular para custódia de criptomoedas.

Apesar disso, 28% dos usuários acreditam que observar a segurança das corretoras ainda é o fator mais importante para custódia de criptomoedas. Fatores como UX/UI e disponibilidade de pares de negociação ficaram nas posições seguintes, com 25 e 23% respectivamente.

Maior parte das moedas estão em hold, com DeFi ganhando adoção no mercado

Entre outros pontos que chamam atenção estão o uso das criptomoedas. A maior parte dos usuários (39%), compram criptomoedas para hold, ou seja, não planejam vender no curto prazo.

Outros 22% afirmam que usam suas criptomoedas para depósito e empréstimos. Apenas 11% dos respondentes afirmaram usar criptomoedas para pagamentos hoje.

Uma das modalidades em alta então, o DeFi tem sido impulsionado no setor de criptomoedas. Pelo menos 66% dos usuários da pesquisa afirmaram estar com alguma aplicação DeFi. Usuários de criptomoedas na Ásia são os principais a usarem essa modalidade de empréstimos com criptomoedas hoje.

Os responsáveis pelo relatório da Binance Research são profissionais de data science, engenheiros de blockchain, entre outros. O relatório está disponível em oito idiomas e pretende esclarecer detalhes de uso das criptomoedas por seus usuários.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias