Relatório aponta que Bitcoin continua a reinar em 2021

Binance Research fornece análises e percepções profissionais baseadas em dados para o mercado de criptomoedas.

Siga no
Relatório da Binance Research sobre o mercado de criptomoedas e Bitcoin
Relatório da Binance Research 2021

Um novo relatório lançado pela Binance Research, braço de pesquisa da corretora, aponta que o Bitcoin continua a reinar no mercado de criptomoedas. Mesmo assim, há espaço para o crescimento de novos projetos neste setor.

Chamado de “Índice Global de Usuários de Criptomoedas 2021“, o relatório apresenta tendências do mercado para o ano. Participaram do estudo mais de 60 mil pessoas de vários países.

Com a coleta de dados, feita entre setembro de outubro de 2020, o mercado de Bitcoin pode ter uma referência do que pode acontecer nos próximos meses.

Produzido pela Binance Research, relatório aponta que Bitcoin continua a reinar entre usuários de criptomoedas

O início de 2021 tem sido positivo para o Bitcoin, maior criptomoeda do mundo. Com alta nos preços, a moeda viu até Elon Musk, um dos homens mais ricos do mundo, colocar o Bitcoin em destaque pelo Twitter.

Os usuários de criptomoedas de 178 países, que participaram de um estudo da Binance Research, afirmaram que o Bitcoin continua sendo o preferido.

O relatório da Binance Research destacou que o Bitcoin é está no portifólio de 65% das pessoas que investem em criptomoedas. Desses investidores, 30% colocam entre 1 e 20% do portfólio em Bitcoin.

“Bitcoin, que é detido por 65% dos usuários que possuem qualquer criptoativo, continua a ser a criptomoeda mais popular. 30% dos proprietários de Bitcoins alocam de 1 a 20% de seu portfólio cripto em BTC”, afirmou relatório da Binance Research<

O movimento contrasta com uma baixa confiança no sistema bancário. De 20 mercados representados na pesquisa, 17 mostraram menos de 50% de confiança no sistema bancário local. Desse modo, com o Bitcoin, os usuários acreditam na liberdade do dinheiro.

Um dos países que apareceu na lista com baixa confiança em instituições bancárias foi o Brasil, com apenas 35% de confiança no sistema bancário. Os usuários mais descrentes em bancos foi aqueles moradores da Argentina, com apenas 4% de confiança.

Maior parte das criptomoedas estão em corretoras, não carteiras

Um dos dados que mais chamam atenção na pesquisa é o percentual de usuários que mantém suas moedas em corretoras. Prática desaconselhada, principalmente por riscos de um eventual ataque cibernético, ainda é comum no mercado de criptomoedas.

A Binance Research afirma que 60% dos usuários de criptomoedas ainda mantém suas moedas em corretoras. Ou seja, corretoras, e não carteiras, são o local mais popular para custódia de criptomoedas.

Apesar disso, 28% dos usuários acreditam que observar a segurança das corretoras ainda é o fator mais importante para custódia de criptomoedas. Fatores como UX/UI e disponibilidade de pares de negociação ficaram nas posições seguintes, com 25 e 23% respectivamente.

Maior parte das moedas estão em hold, com DeFi ganhando adoção no mercado

Entre outros pontos que chamam atenção estão o uso das criptomoedas. A maior parte dos usuários (39%), compram criptomoedas para hold, ou seja, não planejam vender no curto prazo.

Outros 22% afirmam que usam suas criptomoedas para depósito e empréstimos. Apenas 11% dos respondentes afirmaram usar criptomoedas para pagamentos hoje.

Uma das modalidades em alta então, o DeFi tem sido impulsionado no setor de criptomoedas. Pelo menos 66% dos usuários da pesquisa afirmaram estar com alguma aplicação DeFi. Usuários de criptomoedas na Ásia são os principais a usarem essa modalidade de empréstimos com criptomoedas hoje.

Os responsáveis pelo relatório da Binance Research são profissionais de data science, engenheiros de blockchain, entre outros. O relatório está disponível em oito idiomas e pretende esclarecer detalhes de uso das criptomoedas por seus usuários.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Deputado Estadual Gustavo Gouveia, em Pernambuco regular criptomoedas

Mais um estado brasileiro quer regular as criptomoedas com Projeto de Lei

Após um PL ser apresentado na Paraíba, mais um estado brasileiro quer regular as empresas de criptomoedas para prestar informações. Nos últimos dias, a Assembleia...
Jack Dorsey, CEO do Twitter e fã do Bitcoin

Empresa de CEO do Twitter quer minerar Bitcoin

A Square, empresa de Jack Dorsey listada na NYSE, quer minerar Bitcoin como estratégia de negócio. A informação foi compartilhada por Dorsey em seu Twitter,...
Pedro-Bial-Hashdex

Pedro Bial testemunha o poder transformador das criptomoedas em campanha da Hashdex

A Hashdex surgiu para democratizar os investimentos em criptomoedas, oferecendo produtos seguros e regulados para todos os investidores. Atuando como ponte entre o mercado...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias