Ripple ajudará no desenvolvimento da moeda digital do Reino Unido

Atualmente mais da metade dos países estão trabalhando no desenvolvimento de CBDCs e muitos deles se mostram preocupados tanto com as criptomoedas, como o Bitcoin, quanto com stablecoins que estão sendo o principal foco de reguladores pelo mundo.

Libras
Libras

A tentativa de países tentarem acompanhar a evolução das criptomoedas tem um nome: CBDC. Essa é a sigla para Moedas Digitais de Bancos Centrais cujo seu intuito é modernizar o sistema financeiro.

Um dos últimos a integrar um programa desenvolvido pelo Banco da Inglaterra é a Ripple, protocolo lançado em 2012 que desde então pretende ser utilizado por bancos em todo o mundo.

Embora as CBDCs se pareçam com criptomoedas por usarem o termo blockchain, elas apresentam muitas diferenças entre si. Como em termos de privacidade e controle, portanto, elas não substituirão as criptos.

Digital Pound Foundation

O propósito da organização Digital Pound Foundation é reunir empresas capacitadas para trabalhar na promoção e implementação de uma CBDC da Libra Esterlina.

A lista de membros da organização conta com alguns players bem conhecidos da indústria, como a gigante Ripple, cujo principal foco de sua blockchain, criada em 2012, é ser usada por bancos, além de outros como a Electroneum (ETN) e a Quant (QNT). Em comunicado oficial, a Ripple mostrou-se contente em participar do projeto.

“Nós estamos entusiasmados em apoiar o design e a implementação de uma libra digital em parceria com a Digital Pound Foundation. A Fundação ajudará a cumprir a meta do Reino Unido de construir um sistema financeiro mais inclusivo e sustentável.”

A lista se expande a outras criptomoedas, como a Avalanche (AVAX) e outras empresas que trabalham fora do setor, como a Accenture e a The Realization Group.

Embora a organização não tenha fins lucrativos, a escolha de governos para trabalhar com uma empresa ou outra pode envolver uma boa quantidade de dinheiro por um longo período de tempo visto que um desenvolvimento contínuo é necessário.

Além da Ripple, outra grande empresa que está se adiantando para servir como escolha para o lançamento de CBDCs é a R3, inclusive participando de reuniões no Brasil.

CBDCs não são criptomoedas

Embora as moedas digitais dos bancos centrais tentem usar tecnologias similares as utilizadas nas criptomoedas, como o Bitcoin, elas não apresentam a mesma descentralização e privacidade, pelo contrário.

A adoção das CBDCs pode impactar no abandono das cédulas de papel, uma das formas mais privadas de dinheiro, e colocar ainda mais controle nas mãos do governo sobre os seus cidadãos.

Atualmente mais da metade dos países estão trabalhando no desenvolvimento de CBDCs e muitos deles se mostram preocupados tanto com as criptomoedas, como o Bitcoin, quanto com stablecoins que estão sendo o principal foco de reguladores pelo mundo.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias