Santa Catarina aposta em blockchain para melhorar eficiência de contratos

Estado começa a utilizar plataforma para lidar de maneira mais ágil com contratos.

Siga no
Estado de Santa Catarina
Estado de Santa Catarina/Facebook

O governo do Estado de Santa Catarina está apostando na tecnologia blockchain para melhorar a eficiência na contratação de serviços. A iniciativa foi possibilitada graças a uma parceria com a Universidade Rutgers, dos Estados Unidos.

De fato, a tecnologia blockchain chama atenção de empresas pelas novas possibilidades. Já reconhecida como uma inovação que garante a segurança dos dados, possibilita também transparência em suas transações.

Apesar de ter ganhado fama com as criptomoedas, a blockchain tem muitas funcionalidades, entre elas a tokenização de ativos, registros em cadeias de produção, certificação digital, entre outros mais.

Santa Catarina fecha parceria e aposta em tecnologia blockchain para aquisição de produtos e contratação de serviços

No Brasil, a tecnologia blockchain ganhou ainda mais importância nos últimos meses, após a ampla adoção de empresas, principalmente públicas. Isso porque, com a chegada da pandemia da COVID-19, muitos serviços começaram a ser digitalizados.

No estado de Santa Catarina, um acordo de cooperação técnica foi acertado com a Universidade Rutgers, com sede em Nova Jersey (EUA). Dessa forma, os contratos de prestação de serviços e de produtos, contratados pela administração pública estadual, passam a ser gerenciados com a tecnologia blockchain.

O secretário de Estado da Administração, Jorge Eduardo Tasca, afirmou que até a inteligência artificial poderá ser integrada ao processo.

“Seguindo os princípios de gestão estabelecidos pelo governador Carlos Moisés, mais uma vez, Santa Catarina sai na frente, pois com uso do blockchain é possível empregar inteligência artificial e tornar os contratos praticamente autoexecutáveis. Melhorando sobremaneira a gestão desses contratos, acelerando as entregas de serviços para as pessoas e tornando a gestão pública catarinense ainda mais eficiente”.

Já a diretora de Gestão de Licitações e Contratos, Karen Bayestorff, afirmou que os contratos inteligentes passarão a ser rotinas na instituição. Entre as possibilidades, até a aplicação de sanção por descumprimento de cláusulas contratuais, sem nenhuma intervenção humana, poderia ser possível com a novidade.

Centro de estudos RARC/CarLab Rutgers é referência mundial em data science e blockchain

Parceiro do Governo de Santa Catarina, o RARC/CarLab Rutgers é apontado pelo estado como uma referência mundial em data science, machine learning e tecnologia blockchain.

Estudos focados no uso dessas tecnologias aplicados ao controle gerencial e aprimoramento da transparência, tende a ajudar o estado a ter mais integridade e transparência nas contratações.

De acordo com Maurício Leão, um dos servidores que estão aprendendo a trabalhar com o novo sistema, as próximas decisões a serem tomadas pela administração pública tendem a ser melhores com a nova ferramenta.

“Esta parceria é muito importante, não somente pelo aporte técnico que a equipe do CarLab nos trouxe, mas também por nos proporcionar a oportunidade de conhecer melhor a tecnologia blockchain e nos apoiar em escolhas e decisões que precisaremos fazer no decorrer do projeto”.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Deputado Alexandre Frota

Alexandre Frota quer Bitcoin regulamentado em seis meses

Um projeto de lei para agilizar a regulamentação do Bitcoin foi protocolado no Congresso Nacional pelo deputado Alexandre Frota (PSDB-SP). Em seu pedido, o...
Lupa em El Salvador

“El Salvador é um caso forte para adoção em massa do Bitcoin” diz Forbes

Com a adoção do Bitcoin como moeda de curso legal por El Salvador, as discussões sobre a moeda digital estão sendo ampliadas e, em...
Dogecoin. Imagem:ShutterStock

CVM da Tailândia bane Dogecoin e NFTs

Aparentemente a Comissão de Valores Mobiliários da Tailândia não é grande fã de artes digitais. O órgão regulador baniu os NFTs e todas as...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias