Série Mr Robot vai acabar em 2019

É uma pena mas é verdade!

Siga no

Uma série sobre a temática hacker, com criptomoedas em seu enredo e muita geopolítica envolta, anunciou que irá acabar em 2019.

A série Mr Robot é envolvente, de ambiente fúnebre, jogo de câmeras inovador, e que possui a temática hacker de uma perspectiva única até então.

O Elliot, interpretado por Rami Malek, é um funcionário de uma organização de cybersegurança e expert em computação, que faz uma verdadeira guerra contra uma grande empresa dos EUA. O mesmo possui dupla personalidade do qual a segunda é o Mr Robot, interpretado por Christian Slater.

O enredo é bem antissistema e anarquista, do qual promove embates que são muito próximos ao mundo real, o que faz com que a trama seja bastante envolvente.

Outro ponto de atenção é claro, remete ao fato de haver o grupo hacker FSOCIETY, que contém o personagem utilizando uma máscara semelhante ao filme V de Vingança, porém que foi criada especialmente para essa série.

Há uma moeda digital de nome E-Corp em seu enredo, que foi fundada por uma grande corporação, do qual o Bitcoin é a solução que enfrenta a mesma e de modo geral a trama combate bancos e políticos, expondo principalmente suas falhas de segurança, mesmo sendo um ambiente fictício sem nada a ver com a realidade.

A produção é do Canal Space, e no Brasil já passou inclusive na Record no ano 2016, que na época foi dito que havia superado Game Of Thrones e Empire ao ganhar o Globo de Ouro como série dramática em 2015.

Mas foi anunciado no fim de agosto de 2018 que a trama, que vai para a 4ª temporada, irá ao ar pela última vez em 2019, não sabendo ainda a quantidade de episódios finais.

Por fim, o enredo chegará ao fim com muita tristeza, e foi nesse tom que o anúncio de seu criador chegou ao falar em seu Twitter: “Excitado para mostrar para vocês o capítulo final da jornada de Elliot. Será triste se despedir do Mr Robot, mas mais triste dizer adeus aos fãs. Obrigado por nos acompanhar por esses anos e mal posso esperar para compartilhar a conclusão com todos vocês.”

Apesar de ser muito interessante a série, a classificação etária para a mesma é de 18 anos, algumas cenas são mais pesadas em relação a violência e drogas, o que é uma crítica de algumas pessoas ao relacionar o mundo hacker dessa forma, mas com certeza deixa a série com mais detalhes e não a coloca em risco pela qualidade e inovação.

Na série é bastante utilizado o Software Linux, e várias medidas de segurança são abordadas, quem não conhece preste atenção aos detalhes que com certeza compensa.

Apesar desta trama estar próxima do fim, há disponível mais séries, filmes e documentários que possuem o Bitcoin em seu enredo, fazendo com que o tema seja cada vez mais debatido em produções de destaque.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Bitcoin pegando fogo e bandeira da China

Maior pool de mineração de Bitcoin bane chineses

Nesta segunda, a maior pool de mineração de Bitcoin baniu os mineradores chineses, mostrando que a comunidade deverá acatar a determinação do governo chinês. Na...

“Bitcoin é perigoso e não pode ser reserva de valor”, diz analista do Deutsche...

Uma analista do Deutsche Bank, chamada Marion Labor, falou sobre os perigos do uso das criptomoedas, principalmente o Bitcoin, como uma moeda legal. As...
Cadeado destravado e Bitcoin em caso de baixa segurança dos dados corretoras

ABCripto alerta sobre transações da Gas Consultoria e “Faraó dos bitcoins”

Fruto da colaboração de várias empresas do mercado de criptomoedas brasileiras, a ABCripto emitiu um alerta para as transações feitas pela Gas Consultoria e...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias