Solana não tem consenso total, dizem pesquisadores

“Avaliamos uma série de cenários experimentais em uma rede de teste local da Solana. Esses testes parecem confirmar nosso entendimento básico de que Solana não alcança consenso total”, dizem.

Pesquisadores da renomada universidade ETH Zurich, na Suíça, levantaram questões sobre a eficácia do mecanismo de consenso “Proof of History” (PoH) da Solana, uma das criptomoedas que mais valorizaram este ano.

O estudo, que marca a primeira análise acadêmica detalhada do PoH, revelou discrepâncias preocupantes entre a teoria e a prática da moeda digital que promete acabar com o reinado do Ethereum.

Os pesquisadores realizaram uma série de testes em uma rede local de teste da Solana, onde observaram falhas na obtenção de um consenso pleno. Além disso, identificaram discrepâncias entre o whitepaper, a documentação e o código em execução, dificultando a formação de uma visão coerente do funcionamento do PoH.

“Em muitos lugares foi difícil para nós reunir as diferenças entre o whitepaper, a documentação e o código em uma imagem coerente”, dizem os pesquisadores.

Um ponto crucial da pesquisa aborda um incidente ocorrido em setembro de 2022, quando a rede da Solana sofreu uma interrupção significativa, exigindo intervenção manual centralizada para sua resolução.

O incidente, juntamente com outros problemas observados, como duplicação de slots devido a erros de configuração, realça preocupações sobre a robustez e confiabilidade do sistema.

Embora os pesquisadores reconheçam que seu estudo possa estar um pouco desatualizado, as conclusões levantam questões sobre a eficácia do PoH, especialmente em comparação com outros sistemas de blockchain, como Ethereum e Bitcoin, que passaram por numerosas avaliações acadêmicas.

A descoberta chega em um momento crucial para a Solana, que enfrentou uma queda de 3,2% no valor de sua criptomoeda, enquanto Ethereum, frequentemente comparado com a Solana, continua a expandir e a ganhar tração.

“Avaliamos uma série de cenários experimentais em uma rede de teste local da Solana. Esses testes parecem confirmar nosso entendimento básico de que Solana não alcança consenso total”, dizem.

Este estudo da ETH Zurich oferece uma perspectiva crítica e acadêmica sobre a Solana, que, apesar de ser descrita por alguns como uma “matadora de Ethereum”, mostrou vulnerabilidades durante períodos de alta tensão no ecossistema de criptomoedas.

Enquanto isso, o Ethereum manteve sua operação técnica sem interrupções significativas, expandindo através de novas camadas secundárias (L2s) que adicionam capacidade mantendo a descentralização na camada base.

A comunidade cripto agora possui um documento acadêmico formal que descreve os desafios enfrentados pela blockchain da Solana, oferecendo uma nova perspectiva para investidores e desenvolvedores na avaliação das capacidades e limitações das tecnologias de blockchain emergentes.

💰 $100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Vinicius Golveia
Vinicius Golveia
Formado em sistema da informação pela PUC-RJ e Pós-graduado em Jornalismo Digital. Conhece o Bitcoin desde 2014, atuando como desenvolvedor de blockchain em diversas empresas. Atualmente escreve para o Livecoins sobre assuntos de criptomoedas. Gosta de cultura POP / Geek. Se não estiver escrevendo notícias relevantes, provavelmente está assistindo alguma série.

Últimas notícias