Tenerife vai se desfazer de Bitcoin: “Manter como reserva é uma prática perigosa”

Ilha tem quase 1 milhão de moradores e pertence à Espanha.

Siga no
Costa rochosa da ilha de Tenerife, governo quer vender bitcoin
Costa rochosa da ilha de Tenerife

A maior das ilhas Canárias espanholas, Tenerife, avisou que vai vender o Bitcoin que tem em sua posse. A medida teria sido tomada após uma mudança na administração do local.

Nos últimos meses, grandes empresas estão comprando Bitcoin para compor suas reservas de valor. Ao apostar no Bitcoin, investidores acreditam que possuem um ativo descorrelacionado com as moedas fiduciárias.

A preocupação em adquirir Bitcoin ganhou força principalmente após a crise atual, que fez governos do mundo todo imprimirem grandes quantidades de dinheiro para ajudar a população.

No entanto, a inflação segue sendo uma das principais preocupações do momento. Assim, ter uma reserva em Bitcoin acabou sendo uma solução prática para muitos.

Após troca de governo, Tenerife afirma que vai vender Bitcoin que tem em sua posse

Com a nova onda de adoção do Bitcoin, muitas empresas já anunciaram a compra da moeda digital. O motivo principal dessas compras é manter uma reserva de valor em uma moeda segura. A empresa mais famosa a comprar Bitcoin é a Tesla, que tem Elon Musk como CEO.

No entanto, poucos governos confessaram a compra de Bitcoin, mesmo com grandes empresas endossando a moeda. De fato, alguns seguem aumentando suas preocupações com a moeda digital, banindo ou negando sua tecnologia.

No caso de Tenerife, uma ilha no Oceano Atlântico que pertence à Espanha, alguns bitcoins estão na reserva do local. A antiga administração teria adquirido a criptomoeda como reserva de valor para a ilha, que deverá ser dissolvida em breve.

A nova administração de Tenerife avisou que irá vender o Bitcoin da sua reserva. A explicação? Manter o Bitcoin como reserva é uma prática perigosa, visto que a moeda digital seria ‘opaca’ e não pode ser considerada um patrimônio nacional.

A venda do Bitcoin foi uma decisão tomada por Pedro Martín, atual presidente do Cabildo de Tenerife. De acordo com ele, foi feita uma auditoria no Instituto Tecnológico de Energías Renovables (ITER), identificando os Bitcoins.

A venda das moedas dará para Tenerife cerca de 1 milhão de euros, ou seja, aproximadamente 22 bitcoins. Pedro reconheceu a valorização do Bitcoin, mas acredita ser inapropriado para sua administração ter a moeda. A informação foi compartilhada em um programa de rádio no último dia 19 de março.

“Investimento de 20 mil euros que se transformou em 1 milhão é uma benção”, afirmou investidor revoltado

O presidente de Tenerife se manteve firme na decisão de vender os bitcoins de sua reserva, mesmo com a ilha atravessando uma crise na economia. Com quase 1 milhão de habitantes, Tenerife é a maior da ilhas Canárias espanholas.

Contudo, para Isidro Quintana, um empreendedor do local, Pedro Martín está equivocado. Segundo Isidro, um investimento baixo como o feito em Bitcoin, com alto retorno, não é algo a se vender.

Isidro ainda marcou Pedro em seu comentário feito pelo Twitter, afirmando que ele está cometendo um ataque contra os cidadãos de Tenerife. Em outro comentário, ele ofereceu ajuda para apresentar o Bitcoin para a administração da ilha espanhola.

“Pedro Martin, um investimento público de 20 mil euros que se transforma em mais de 1 milhão de euros é uma bênção, o Bitcoin pode ser declarado à tesouraria como qualquer bem patrimonial para a tesouraria. Ele acaba de cometer um ataque contra nossos cidadãos por ignorância”, afirmou Isidro.

Ao contrário de Tenerife, a cidade de Miami nos Estados Unidos segue acreditando no potencial do Bitcoin. Na última terça-feira (23), o prefeito da cidade publicou um Twitter reforçando seu compromisso de inovar com Bitcoin.

“Miami sempre se esforçará para estar à frente da curva. Expandir a liberdade financeira dos miamianos é o primeiro passo em direção à nossa economia moderna”, afirmou Francis Suarez, prefeito de Miami.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

“Bitcoin não me atrai”, diz André Esteves do BTG Pactual em áudio vazado

Um áudio vazado de uma conversa de André Esteves, banqueiro do BTG Pactual, deixou claro a opinião dele sobre o Bitcoin como um investimento. O...
Dúvida sobre o Bitcoin ser caçado pela China

China pode estar planejando cancelar proibição do Bitcoin

A China tem sido um dos países que mais aparece nos holofotes do setor financeiro, seja ele o tradicional ou então o criptomercado. Com...

Alemanha vai leiloar R$ 75,2 milhões em Bitcoin

O leilão de criptomoedas realizados por diferentes governos tem sido algo cada vez mais comum, e desta vez um estado da Alemanha vai leiloar...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias