Terra(Luna) 2.0 será lançada esta semana e usuários esperam receber criptomoedas de graça

Gráfico da criptomoeda Terra (LUNA).
Gráfico da criptomoeda Terra (LUNA).

Semanas após o colapso da Terra (LUNA), uma proposta para criação de uma nova moeda foi aprovada pela comunidade, com 65% dos votos a favor. Desta forma, a LUNA atual será chamada Luna Classic (LUNC) e a nova moeda manterá o nome original.

Desta forma, tanto detentores de LUNA pré e pós-colapso receberão esta nova moeda, embora em proporções diferentes. Além disso, até mesmo holders de UST poderão participar deste airdrop.

Resumidamente, a LUNA morreu por conta de uma gigante impressão de novas moedas e para solucionar este problema, mais moedas serão cunhadas. Além disso, há outras pegadinhas como o congelamento de saldos por até dois anos.

Proposta 1623 para criação de nova Terra (LUNA)

A proposta para criação de uma nova moeda foi chamada de “1623” e escrita por Do Kwon, o próprio fundador da Terra. Conforme o texto, toda a comunidade poderá participar deste airdrop, tanto por aqueles que possuíam LUNA e UST antes ou depois do colapso de ambas moedas.

Curiosamente, Do Kwon refere-se ao colapso da LUNA e do UST como “ataque”, negando sua culpa. Manteremos as informações com esta palavra, apesar de errada. O airdrop será dividido da seguinte maneira:

  • Detentores de LUNA, pré-ataque — 1 : ~1,1
  • Detentores de aUST, pré-ataque — 1: 0,033
  • Detentores de LUNA, pós-ataque — 1: 0,000015
  • Detentores de UST, pós-ataque — 1: 0,013

Tais investidores terão 30% de seus tokens liberados instantaneamente. Já outros 70% serão liberados gradualmente ao longo de dois anos. Em outras palavras: o dinheiro dos investidores será congelado.

Segundo informações, esta seria uma maneira de controlar o preço da moeda. Afinal, se as pessoas não conseguem vender, há menos oferta no mercado e seu preço não colapsa. Contudo, estão apenas adiando o problema, além de criar outro.

Mesmo assim, a proposta foi aprovada com 65% dos votos a favor. Enquanto isso, outros 21% se abstiveram e apenas 13% votaram contra a mesma. Desta forma, agora é esperado que a LUNA atual seja chamada Luna Classic (LUNC) e a nova moeda, a ser recebida no airdrop, mantenha o nome original do projeto (LUNA).

Proposta de fork da LUNA já era criticada antes de ser aprovada

Um dos maiores críticos a esta proposta foi Changpeng Zhao, CEO da Binance. Há cerca de 10 dias, Zhao afirmou que isso não daria valor nenhum a nova moeda, afinal seus detentores serão os mesmos.

“Opinião pessoal. Isso não funcionará. Fazer um fork não dá valor ao novo fork. Isso é ilusão. Não é possível anular todas as transações após um snapshot antigo, tanto on-chain quanto off-chain (exchanges).”

Sua fala também aponta outro problema: como detentores pré-ataque, que mantinham seus tokens em exchanges, serão recompensados? Não há nenhuma forma disso ser executado com precisão.

Desta forma, é possível que a atual LUNA, que será chamada Luna Classic (LUNC), perca todo seu valor. Por consequência, muitos podem não receber o airdrop como também perder seus investimentos antigos.

Por fim, a data do lançamento da “Terra 2.0” está previsto para esta sexta-feira (27). Contudo, é difícil acreditar que grandes exchanges listarão esta nova moeda, o que pode contribuir para seu fracasso prematuro.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias