Tesla libera opção de pagamento com Bitcoin

O Bitcoin pago à Tesla será mantido como Bitcoin, não convertido em moeda fiduciária.

Siga no

A partir desta quarta-feira (24), quem quiser usar Bitcoin para comprar um carro da Tesla já poderá fazer por meio do site oficial da montadora. O anúncio foi feito pelo próprio Elon Musk, CEO da empresa.

Em fevereiro, conforme publicou o Livecoins com exclusividade, uma página de teste da Tesla com uma opção de pagamento em Bitcoin foi descoberta.

Na tela, que pode ser vista abaixo, a Tesla usava a plataforma BTCPay, um software de código aberto e auto-hospedado que se destaca principalmente por não ter nenhum intermediário e não converter o valor para moeda fiduciária.

BTCPAY TeslaAo que tudo indica, depois de testar a platforma, Elon Musk decidiu que ela era a melhor opção. O curioso é que o bilionário também decidiu que o valor em Bitcoin recebido pela empresa não será convertido em moeda fiduciária.

A opção já está disponível como forma de pagamento para todos os modelos de veículos elétricos da empresa.

“Agora você pode comprar um Tesla com Bitcoin”, tuítou Musk, acrescentando:

“A Tesla está usando um software interno de código aberto e opera nós de Bitcoin diretamente. O Bitcoin pago à Tesla será retido como Bitcoin, não convertido em moeda fiduciária”, twittou Elon Musk.

A afirmação de Musk revela que a empresa tem intenção de acumular cada vez mais bitcoins, ao invés de simplesmente vende-los.

Preço do Bitcoin sobe com notícia

O mercado já esperava que a Tesla aceitasse Bitcoin, já que a empresa fez o anúncio no início de fevereiro, ao mesmo tempo que revelou ter investido US $ 1.5 bilhão na moeda digital.

O Bitcoin saltou 3,84% nas últimas 24 horas, chegando a ser negociado por US $ 56,641.

A Tesla é a primeira montadora do mundo a aceitar a criptomoeda como forma de pagamento e pode abrir caminho para que diversas outras empresas sigam seus passos.

Além da Tesla, diversas outras instituições estão testando como aceitar a moeda digital. Durante vários anos algumas empresas não quiseram aceitar o ativo porque não sabiam lidar com a volatilidade.

Musk, porém, parece ter achado a solução, que é manter a moeda digital, ao invés de converte-la para moeda fiduciária.

Apesar disso, da mesma forma que Musk – agora um “bitcoiner” – não quer vender seus bitcoins por dólares, outros bitcoiners também podem não querer gastar seus bitcoins em troca de um Tesla.

Resta saber quantos carros a Tesla vai vender em sua primeira semana aceitando Bitcoin, e , portanto, quantas pessoas estão dispostas a trocar bitcoins por um carro elétrico.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Livecoins
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.

O ouro físico está perdendo espaço para o ouro digital

Nos últimos dias, Neel Kashkari, presidente do banco central americano, disse que não ficaria surpreso se a taxa de inflação nos Estados Unidos subissem...

Repressão global às criptomoedas pode estar chegando, alerta CEO da Kraken

Recentemente o Bitcoin e várias outras criptomoedas tiveram uma alta surpreendente, com muitas alcançando novas máximas históricas (como é o caso do Bitcoin e...

Dogecoin passa banco Itaú, Santander e Bradesco em valor de mercado

Dogecoin, a criptomoeda feita como uma piada, surpreendeu o mundo após disparar 150% em poucas horas e ser negociada por um valor recorde de...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias