Dono de mercado negro é condenado a pagar R$ 3.5 milhões em Bitcoin para autoridades

Thomas White, atual administrador do mercado Silk Road foi condenado a entregar mais de meio milhão de dólares em bitcoin para as autoridades do Reino Unido.

Siga no
Thomas-White
Thomas-White

Thomas White, 26, atual administrador do mercado online ilegal da deep web, foi obrigado pela Agência Nacional de Crimes (NCA) do Reino Unido, a entregar US$ 667.000 dólares em bitcoin às autoridades.

Após abandonar a universidade para trabalhar no Silk Road, White assumiu o mercado quando Ross Ulbricht, fundador do site, foi preso em 2013.

Apesar de ter usado uma rede anônima para hospedar e acessar os sites, ele foi identificado pela NCA, que rastreava pacotes de drogas que ele havia encomendado através do próprio Silk Road original.

Silk Road 2.0

Após o site ser tirado do ar pelas autoridades, White trabalhou para fundar o que seria o sucessor do infame mercado da dark net: o Silk Road 2.0. O mercado funcionava basicamente igual ao antigo.

Os usuários podiam usar a rede Tor (navegador anônimo de Internet), fazer transações usando bitcoin e havia a compra e venda de produtos ilícitos, como drogas. No entanto, a comissão que White cobrava nas vendas era alta, sendo de 1% a 5%.

Segundo a NCA, mesmo o administrador não possuindo uma renda fixa, foi constatado que ele pagou cerca de 10.700 euros adiantados para alugar um apartamento de luxo em Liverpool, na Inglaterra.

Crimes e confissão

De acordo com o site Sky News, em 2019, Thomas White se declarou culpado por tráfico de drogas, lavagem de dinheiro e a produção de 464 imagens de abuso infantil, categoria A (considerada a pior categoria de imagens de abuso infantil). Após o ocorrido, ele foi preso por um total de 5 anos e 4 meses.

Em uma audiência realizada na semana passada, White foi avaliado como tendo ganho mais de 1, 5 milhão de euros com sua atividade criminosa, enquanto a Agência Nacional de Crimes ainda investigava suas finanças, mesmo após ele ter sido preso.

“Isso comprova que o crime não compensa (ele não apenas passou os últimos dois anos na prisão, como agora terá de entregar quase US$ 500 mil”, acrescentou o Tyrone Surgeon, da NCA.

Situação de Ross Ulbricht

Enquanto isso, preso desde 2013, Ross Ulbricht, criador do Silk Road pediu que a comunidade do bitcoin prossiga lutando por mais liberdade. Em uma conferência de Bitcoin realizada em Junho de 2021 ele ligou diretamente da cadeia para o evento.

Ross é conhecido como o primeiro fundador de um comércio na deep web que aceitava bitcoin. Os usuários conseguiam comprar drogas, armas e outros itens. O intuito de Ross era criar um mercado livre, com mais privacidade e igualdade. No entanto, seu objetivo principal era popularizar o bitcoin.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Eduarda Lobatohttp://eduarda.substack.com
Libertária e entusiasta de Bitcoin, Blockchain e outras tecnologias relacionadas ao mundo cripto.

CEO da Binance se torna o chinês mais rico do mundo, diz site

Changpeng “CZ” Zhao, o famoso CEO da Binance, é um nome muito importante dentro do criptomercado e até mesmo na economia como um todo....
Criptomoeda do Facebook Diem e Libra

Facebook não vai mais proibir propagandas de criptomoedas

Desde o final da alta das criptomoedas em 2017 o Facebook e outras redes sociais limitaram ou até proibiram propagandas e conteúdo patrocinado sobre...

Homem é abordado na rua e obrigado a transferir bitcoins para assaltantes

Os crimes no criptomercado podem acontecer de diferentes maneiras, desde os roubos realizados em golpes digitais até mesmo roubos físicos. A polícia de São...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias