TradeSatoshi: Corretora de criptomoedas encerra atividades e clientes alertam possível golpe

Usuários não estão conseguindo sacar fundos

Siga no

A TradeSatoshi, uma corretora de criptomoedas com sede no Reino Unido anunciou que está encerrando suas atividades. A empresa foi criada em 2015 e atendia um publico especifico, “os compradores de shitcoins”. Várias criptomoedas de baixo valor e com projetos duvidosos eram negociadas na plataforma. Portanto, o encerramento da empresa não é bem uma surpresa.

Agora os usuários acusam a corretora de aplicar um golpe de exit scam. Os clientes da empresa só terão até 1º de março para sacar fundos na plataforma, isso é, menos de 10 dias. O tempo curto para saque é incomum, e essa é uma tática comum usada por corretoras que já deram golpes no mercado de criptomoedas.

Em outras palavras, significa que quem tem fundos na empresa e não sacar em 10 dias não poderá nunca mais ter acesso aos valores. A empresa também disse que os depósitos não serão aceitos, mas a corretora ainda está com endereços de depósitos visíveis, outra tática usada nos últimos golpes.

Usuários não conseguem sacar fundos

Muitos usuários estão relatando que não estão conseguindo sacar fundos até que um procedimento de verificação de conta seja feito, o famoso KYC, no entanto, esse procedimento costuma demorar mais de 2 meses. Isso significa que os usuários não terão a chance de sacar antes do prazo de 1º de março.

Nos termos de uso da empresa é possível ver que ela não exigia verificação de conta:

“novos membros obtêm acesso à plataforma através de um processo simples de registro que exige apenas e-mail. Ao contrário de várias outras corretoras, A Trade Satoshi não requer verificação de identificação e endereço. Resultando em anonimato. ”

Essa é mais uma estratégia comum em outras empresas que bloquearam saque de usuários.

A TradeSatoshi bloqueou saque dos usuários com o processo de verificação de conta que leva dois meses e deu 10 dias para que os usuários saquem os valores. Esse tipo de tática é ilegal. Como se não bastasse, se os usuários obedecerem este procedimento, as informações também poderão ser roubadas.

O fim da TradeSatoshi parece um golpe de saída, (exit scam), quando uma empresa some do mercado e não paga ninguém. A corretora informava no passado que uma das suas maiores vantagens era a possibilidade de anonimato, ou seja, exigir processo de verificação de conta agora não foi bem aceito pelos usuários, que prometeram processar os donos da empresa.

De acordo com o CryptoSlate, a TradeSatoshi foi dissolvida no Reino Unido em 24 de julho de 2018. Existe um endereço de Hong Kong no site da empresa, mas usuários do Reddit alegaram que não há nada lá.

Este é apenas mais um lembrete que corretora não é carteira, usuários são sempre orientados a manterem seus ativos digitais em uma carteira de bitcoin física.

De acordo com Jefferson Rondolfo, fundador e CEO da KryptoBr, os usuários esquecem que a função de uma corretora não é de custodiar.

“Infelizmente esse é mais um caso como tantos outros, as Exchanges são essenciais para facilitar a compra/venda de criptomoedas, mas são sempre confundidas com custodiantes. Quando os usuários compreenderem que a função de uma Exchange não é a de custodiar os seus criptoativos, esses problemas irão ser bem menores do que são hoje.”

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.
Universidad Americana Imagem: Divulgação

Universidade privada do Paraguai vai aceitar pagamentos em Bitcoin e Ethereum

A Universidade Americana do Paraguai vai começar aceitar pagamentos em criptomoedas a partir de agosto, os alunos poderão pagar por cursos e graduação com...
Mulher usa ATM do Santander no Reino Unido

Santander testa ferramenta para rastrear criptomoedas

O Santander quer entender como os seus clientes usam as criptomoedas em simultâneo as contas correntes. Para isso, o banco testou uma ferramenta da...
john mcaffe

Suicídio de John McAfee em prisão na Espanha levanta suspeitas

John McAfee, fundador da empresa de tecnologia McAfee, foi encontrado morto na tarde de hoje (23) na cadeia espanhola de Brians 2, localizada em...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias