Troca.Ninja lança sua própria criptomoeda

-

Siga no

É comum no mercado de criptomoedas algumas exchanges terem seu próprio token para negociações, isso permite que as empresas ofereçam beneficios aos usuários como descontos em taxas e compartilhamentos de lucros.

Seguindo essa tendência, a Troca.Ninja, maior exchange P2P do Brasil e com operações também como exchange convencional,  disponibilizou em junho a sua própria criptomoeda baseada no código da Litecoin.

A criptomoeda da TrocaNinja (TNJ) foi desenvolvida para oferecer melhor benefícios aos usuários, ela vai permitir negociar criptomoedas com taxa 0 (zero) em compra e venda de outras criptomoedas que estiverem disponível com par direto do TNJ.

A moeda já está listada em um dos principais sites de indexação de criptomoedas, Coinlib, no momento é negociada a $ 0.00355665. Ela pode ser negociada na exchange oficial Troca.Ninja e também na CREX24.

Troca ninja coinlib
Troca ninja Coinlib

A Troca Ninja conquistou usuários brasileiros por possuir uma plataforma que permite negociação de diversas criptomoedas através da modalidade P2P, oferecendo intermediação nas negociações para garantir segurança para os usuários. Além da modalidade P2P a exchange também permite negociação de forma convencional semelhante as demais exchanges brasileiras.

A Troca Ninja também é apoiada por diversas criptomoedas ao redor do mundo, vários projetos procuram a empresa na esperança de inclusão de seus tokens na plataforma brasileira.

A CRIPTOMOEDAS TNJ

A criptomoedas TNJ possui um fornecimento máximo de 35.700.000 moedas, no qual desta quantidade 14.700.000 são pré mineradas.

Esta quantidade pré mineração foi necessária para atender aos usuários que adquiram na pré venda e/ou ganharam durante os airdrop (Airdrop – distribuição de moedas grátis).

A TNJ possui mineração PoW até o bloco 10000 e PoS com pagamento de 10% anual.

O que é PoS

A sigla PoS significa (Proof of Stake), é uma forma de mineração que usa um sorteio aleatório para decidir quem será o criador do próximo bloco.

Nesse modelo o potencial criador já deve contar com ativos na moeda específica e quem tiver mais moedas tem mais chances de ser o criador/sorteado.

É necessário deixar na carteira uma quantidade de TNJ para este processo e caso tente comprometer ou alterar o bloco perderá suas moedas. Isto em teoria garante a integridade dos participantes.

No PoS este processo é chamado de bloco forjado e não minado como no caso de PoW

Como fazer stake?

Basta deixar algumas quantidades de TNJ na wallet e esperar o tempo de maturação de 8 horas para iniciar a receber suas recompensa.

Site da Exchange: https://troca.ninja
Site da Moeda: https://troca.ninja/tnj
Explorer da Moeda: http://explorer.troca.ninja

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Anúncio

Bitcointrade - 95% dos depósitos aprovados em até 30 minutos!

Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos!

Complete seu cadastro em 5 minutos!
Mateus Nunes
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Analista de Sistemas, aprendiz e entusiasta de criptomoedas e blockchain. Sugestão de pauta: [email protected]
Criptomoedas: Bitcoin e Altcoins

Com queda da dominância do Bitcoin, altcoins fervem

Com uma balança positiva em julho, o mês de agosto já começou com fortes emoções no mercado de criptomoedas. Um detalhe importante registrado neste...
Bitcoin (BTC e Blockchain) na Bandeira da Argentina

Economistas da Argentina desconfiam do Bitcoin como moeda

Nos últimos dias a ONG Bitcoin Argentina organizou um evento importante no país, convidando uma série de especialistas para debates. Alguns economistas que foram...
Discovery Channel apresenta documentário sobre criptomoeda Dragonchain

Produtor da Discovery Channel diz que Bitcoin está ameaçado

Neste sábado (01), foi ao ar o último episódio do programa Open Source Money, apresentado no Discovery Science dos EUA. O produtor do documentário...