TST promove seminário sobre blockchain e smart contracts

Tribunal Superior do Trabalho busca capacitar seus servidores sobre as evoluções da tecnologia.

Siga no
Cidades inteligentes, contratos e blockchain
Cidades Inteligentes/Reprodução

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) promove um seminário no mês de novembro, que terá até os assuntos de blockchain e smart contracts para os participantes. O foco do evento é para magistrados e servidores de carreira do órgão.

Com o judiciário vendo uma leva de novas tecnologias surgirem nos últimos anos, o setor tem buscado capacitação. Isso porque, as novidades impactam diretamente a legislação brasileira e muitos magistrados ainda não conhecem nem o básico.

Alguns eventos têm buscado explicar melhor os conceitos, principalmente temas como inteligência artificial, sociedade digital, LGPD, entre outros. Os desafios da digitalização são enormes e com a pandemia do COVID-19 muitos processos têm caminhado para isso.

Vale o destaque que as tecnologias são inovações que surgem antes das leis. Na maior parte das vezes a legislação de fato não consegue acompanhar esse desenvolvimento.

TST promove um seminário para seus servidores no próximo mês de novembro

Não é só no Brasil que as autoridades ainda não conhecem conceitos básicos de inúmeras tecnologias. Nos últimos anos o setor de tecnologia avançou muito e o uso de dados toma proporções gigantes no mundo.

Assim, vários setores buscam se capacitar sobre as inovações, inclusive o público. Em 2020, por exemplo, o Governo Federal do Brasil lançou a iniciativa Governo Digital, que impulsionou a adoção de novidades. O propósito é buscar ferramentas que ajudem o setor público a desburocratizar e reduzir custos.

Uma dessas ferramentas que é alvo de estudos pelo mundo é a inteligência artificial. Podendo até ajudar na resolução de conflitos jurídicos com extrema rapidez, a tecnologia é uma das que promete revolucionar o setor.

Pensando nisso, a Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados do Trabalho (Enamat) promove um seminário no próximo mês de novembro. Chamado de “Direito Digital, Lei de Proteção de Dados e Inteligência Artificial“, o evento é fechado a magistrados do TST e servidores do órgão.

A programação do evento foi lançada na última quarta-feira e as inscrições vão até o dia 6 de novembro. O foco é certamente ajudar os profissionais do Tribunal Superior do Trabalho a entender conceitos das novas tecnologias.

Até a tecnologia blockchain e os smart contracts serão trabalhados em um dos painéis

O evento terá duração de três dias e será transmitido pelo YouTube do órgão. Por lá, os magistrados poderão aprender até os conceitos da tecnologia das criptomoedas em um dos painéis.

Apresentado pela juíza Renata Baião e o advogado Alexandre Zavaglia, o segundo painel do evento será “Tecnologias aplicadas ao Direito: Smart Contracts, blockchain, lawtechs e legaltechs“.

Apesar do tema blockchain ser antigo, ele ganhou impulso após o lançamento do Bitcoin, a primeira criptomoeda do mundo a funcionar. Já o conceito de smart contracts ganhou fama com a criptomoeda Ethereum, embora hoje seja utilizada por várias blockchains.

Por fim, fica claro que o judiciário corre para capacitar profissionais em direito digital. Como apontado pelo Livecoins, recentemente o TJSP abriu inscrições para um curso para Juízes de São Paulo sobre a tecnologia do Bitcoin. Além disso, o evento EXPOJUD também trabalhou o tema na última semana.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Youtube NFT

Google lança coleção de NFTs e distribui para Youtubers

Sem alarde, o Google lançou uma coleção de NFTs e distribuiu para alguns criadores de conteúdo no Youtube. No Brasil, dois canais revelaram os...

Crypto.com é hackeada e perde R$ 82 milhões, usuários relatam perdas

Na manhã desta segunda, a crypto.com, uma das maiores plataformas de criptomoedas do mundo, suspendeu saques alegando "atividades suspeitas". Sem dar muitos detalhes, muitos...

CVM da Espanha fecha o cerco para influenciadores de criptomoedas

A Espanha anunciou novas regras para influenciadores de criptomoedas. A partir do mês que vem, a Comissão Nacional do Mercado de Valores da Espanha...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias