Ucrânia cancela distribuição de criptomoedas e é acusada de golpe

Caso curioso que parece um golpe feito pelo governo da Ucrânia, mas pode ser um problema sério.

Placa de perigo ao lado de airdrop de Bitcoin e criptomoedas
Placa de perigo ao lado de airdrop de Bitcoin e criptomoedas

A Ucrânia anunciou o cancelamento da distribuição de criptomoedas que seria realizado nesta quinta-feira (3) para a população do país, após um golpe envolvendo um token.

O anúncio foi feito pelo vice-primeiro ministro da Ucrânia, Mykhailo Fedorov, que considerou ao invés de dar criptomoedas, vender NFTs. Essa medida acabou chamando atenção de muitos de seus seguidores, que o acusaram de dar um “golpe na população”.

“Após cuidadosa consideração, decidimos cancelar o airdrop. Todos os dias há mais e mais pessoas dispostas a ajudar a Ucrânia a combater a agressão. Em vez disso, anunciaremos em breve NFTs para apoiar as Forças Armadas Ucranianas. NÃO TEMOS planos de emitir tokens fungíveis”.

Esse anúncio chega após dias em que a Ucrânia pede criptomoedas como doação e eram esperadas medidas para enviar os recursos para as pessoas. Fontes revelam que mais de 1 milhão de refugiados já saíram da Ucrânia devido ao conflito com a Rússia, perdendo suas casas, empregos e toda uma vida construída no país.

Não está claro como o governo ucraniano está gastando os milhões recebidos em criptomoedas, mas havia uma esperança de que nessa quinta fossem doados parte para as pessoas, conforme anúncio do próprio governo Ucraniano em seu perfil oficial do Twitter.

Ucrânia deu um golpr na população após cancelar airdrop? Golpe de token pode ser explicação

Pelo mundo das criptomoedas, um setor que preza pela transparência, não soou nada bem ver a Ucrânia cancelar o airdrop para a população após prometer que faria isso nesta quinta. Caso se confirme um golpe, com pessoas chamando o caso de rugpull, o país seria o primeiro a fazê-lo.

De qualquer forma, o caso pode ser muito mais problemático que apenas um rugpull da Ucrânia, visto que nos últimos dias foi criado um token Ethereum chamado WORLD. Com esse token, golpistas que o criaram enviaram tokens para o endereço de doações em Ethereum da Ucrânia.

Contudo, o contrato inteligente do falso token fazia com que assim que chegasse ao endereço de doações da Ucrânia, fosse enviado para outros endereços. Ou seja, foi simulado um falso airdrop com esse token WORLD, com moedas saindo do endereço da Ucrânia e afetando a credibilidade da ação do país.

De qualquer forma, com o caso sendo revelado pelos especialistas de segurança em blockchain da PeckShield, o país cancelou o airdrop para a população.

“Alerta de fraude: este airdrop não foi realizado de Ucrânia, os golpistas enviaram a maior parte do WORLD para o endereço de Ucrânia, então transferiu tokens do endereço de Ucrânia para outros endereços. Por favor, fique longe disso! Fedorov Mykhailo decidiu cancelar o lançamento aéreo.”

Essa situação é nova tanto para o governo da Ucrânia, quanto para especialistas em segurança e o próprio mercado. Assim, fica claro que é importante proceder com cautela ao receber criptomoedas grátis ou mesmo enviar doações para qualquer empresa ou governo.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias