Jurídico da Unick diz que empresa pretende, sim, pagar clientes

-

Siga no
Danter Silva, da Unick Forex, Preso
Danter Silva, da Unick Forex, Preso
Anúncio

O advogado Marcos Prata, do jurídico da Unick Forex, teve um áudio divulgado afirmando que são falsos os rumores de que a empresa desistiu de pagar seus clientes. A notícia da possível desistência correu as redes sociais na última quinta-feira (17/10), quando uma operação da Polícia Federal foi deflagrada no sul do país e prendeu nove lideranças da empresa, inclusive o presidente do grupo, Leidimar Lopes.

“Não procede essa informação de que a empresa decidiu que não vai pagar mais”, afirmou Marcos Prata no áudio. “Quem falou isso tá mentindo, porque nós estamos acompanhando de perto aqui”.

Segundo Marcos Prata (confira o vídeo no YouTube), ele teria conversado com Wagner Lopes, irmão do presidente da empresa, e com outros membros do corporativo para verificar a informação. Ainda segundo ele, tanto os valores referentes aos clientes que cancelaram seus serviços, como os outros que se mantiveram, que recebem por meio de um mecanismo denominado “cashback”, continuarão a ser pagos.

“A empresa está com seus advogados na Polícia Federal, buscando se defender das acusações que estão sendo feitas e, de acordo com o irmão do Leidimar, o Wagner, a empresa vai sim voltar a pagar os cashbacks para aquelas pessoas que continuaram. E o escritório jurídico Dr. Nelson entrará em contato com aquelas pessoas que optaram pelo cancelamento”.

“Proposta inaceitável”

Embora seja do jurídico da Unick Forex e seja também um dos principais porta-vozes da empresa, o advogado classificou como “inaceitável” uma proposta apresentada na semana passada para o pagamento das dívidas com seus clientes.

Anúncio

Na proposta, apresentada pela Unick por meio do escritório Nelson Wiliams, a empresa se propunha a pagar a seus clientes 20% do valor investido por eles:

“Claro que ninguém aceitou os 20%. Como foi dito, é uma proposta inaceitável, e ninguém é obrigado. Vai ter uma outra proposta deles, uma contraproposta, né? Até chegar a uma proposta onde [SIC] todos possam aceitar”.

O advogado, entretanto, deu a entender que os clientes não podem ter muita pressa, já que a alta cúpula da empresa está presa:

“Para que tudo volte ao normal, é preciso que a empresa resolva esse caso da Polícia Federal, porque, como vocês já estão sabendo, o Leidimar ainda está na Polícia Federal, o dr. Fernando [Baum Solomon], o Israel Nogueira, da mídia, o Marcos [da Silva Kronhardt], trader, e mais algumas pessoas… e o Danter Silva”.

Além dos citados pelo advogado, a operação prendeu também Paulo Sérgio Kroeff, Sebastião Lucas da Silva Gil, Euler da Silva Machado e Ronaldo Luiz Sembranelli. Além disso, Fernando Marques Lusvarghi, dono da S.A. Capital, empresa que se propunha a garantir os investimentos da Unick, também possui um mandado de prisão em seu nome, mas está foragido da polícia. Saiba mais sobre a operação na reportagem Unick Forex Caiu. PF cumpre mandados de prisão.

Além do YouTube, Marcos também vem usando outros canais para informar sobre a situação da empresa. Em comentário divulgado para lideranças e clientes da Unick via WhatsApp, Marcos também afirmou que o processo contra a empresa, que motivou as prisões, está em estado inicial:

“Podemos inferir que não há réus e nem culpados, não há ação penal pública e muito menos sentença judicial transitada em julgado”.

Segundo ele, as prisões foram feitas em “caráter cautelar” e o que há contra a Unick são apenas “indícios”.

Numa tentativa frustrada de tranquilizar os clientes, ainda no vídeo, Marcos Prata prometeu acompanhar “de pertinho” os acontecimentos e informar a todos:

“Qualquer informação que nós tivermos aqui no sul do Brasil, passaremos a todas as lideranças, a todos os clientes da empresa”.

Meses de crise

A crise pela qual passa a Unick vem pelo menos desde agosto deste ano, quando surgiu um rumor de que a empresa teria sofrido fraude, perdendo R$ 1,6 bilhão. Daí para a frente, a empresa teria feito diversas mudanças em seu site, inclusive zerando seus programas de indicação e binários. Além disso, as reclamações contra a empresa em grupos na web e no site Reclame Aqui explodiram.

Se você quer entender melhor como a empresa funcionava, ou dizia funcionar, indicamos o texto “CVM intima Unick Forex e dá 45 dias para empresa se defender por atuação irregular no Brasil”.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Avatar
Sui Teixeira
Sui Teixeira é jornalista desde 2001, formada pela USP. Trabalha ainda como produtora de jingles, é programadora amadora e entusiasta de ciência e tecnologia.
Estátua da Justiça

Justiça bloqueia do Grupo SAF mais de R$ 400 mil após suspeitas de pirâmide

Um novo negócio suspeito de operar um esquema de pirâmide financeira recebeu atenção da justiça nos últimos dias. Isso porque, a justiça do Distrito...

Uniswap dispara 270% com distribuição de 400 tokens por usuários

O valor total bloqueado (TVL – de Total Value Locked a inglês) na corretora descentralizada Uniswap disparou mais de 270%, de R$ 2.7 bilhões...

Nova NVIDIA RTX 3080 pode trazer a mineração caseira de criptomoedas de volta?

Recentemente a NVIDIA, maior fabricante de Placas de Vídeo do mercado, anunciou a nova série de GPUs de alto desempenho, a família RTX 3000...

Últimas notícias

Uniswap dispara 270% com distribuição de 400 tokens por usuários

O valor total bloqueado (TVL – de Total Value Locked a inglês) na corretora descentralizada Uniswap disparou mais de 270%, de R$ 2.7 bilhões...

Nova NVIDIA RTX 3080 pode trazer a mineração caseira de criptomoedas de volta?

Recentemente a NVIDIA, maior fabricante de Placas de Vídeo do mercado, anunciou a nova série de GPUs de alto desempenho, a família RTX 3000...

Ministério da Justiça promove a blockchain no setor público

Na próxima segunda-feira (21), o Brasil acompanha um webinário importante sobre tecnologia. Promovido pelo Ministério da Justiça, a tecnologia blockchain aplicada ao setor público...