Unick Forex entra para lista negra do BADBITCOIN.ORG

Uma lista que qualquer empresa deveria evitar.

-

Siga no
BadBitcoin
Anúncio

A Unick Forex, empresa investigada pelo Ministério Publico Federal por operar um suposto esquema ponzi – conhecido popularmente como pirâmide financeira – entrou para a lista negra do site badbitcoin.org, site que desde 2014 expõe fraudes que envolvem bitcoin e outras criptomoedas.

O principal objetivo do projeto badbitcoin é expor sites que podem fraudar usuários (100% dedicado à criptomoedas), listando “esses sites maliciosos” antes que eles possam causar prejuízo. No entanto, de acordo com informações do site, “os usuários sempre podem ignorar alguns dos conselhos sobre a lista negra, e não há nada que eles possam fazer além de avisar. ‘Se está em nossa lista negra, é uma fraude e você foi avisado.'”

“Um Ponzi é qualquer esquema que paga juros aos ‘Investidores’ vindos de novos Investidores, completa o site.”

Anúncio

O badbitcoin.org é o maior e mais respeitado catálogo de sites fraudulentos que envolvem criptomoedas, já foi citado pela Coindesk e Cointelegraph, maiores portais sobre criptomoedas do mundo. Além disso, já foi referenciado em matérias de grandes jornais mundiais sobre tecnologia, como o The Verge e Gizmodo.

Ao entrar para lista negra do Badbitcoin a Unick passa a integrar uma lista que qualquer empresa deveria evitar. A lista é enorme, e atualmente contem 6.669 sites fraudulentos. A lista possui também as maiores fraudes da história das criptomoedas, como a Centra Tech, OneCoin, PinCoin & iFanThe Smominru Miner e a popular BitConnect, pirâmide que movimentou mais de 2 bilhões de dólares. Certamente não é bom fazer parte da lista.

Sobre a Unick, o badbitcoin.org diz:Um grande Ponzi. Eles dizem que fazem trade com criptomoedas, uma mentira, assim como todas pirâmides que dizem fazer. Todo esquema ponzi entra em colapso e deixa a maioria dos participantes no prejuízo.”

Unick listada no site Badbitcoin.org. Imagem: Badbitcoin.org
Unick listada no site Badbitcoin.org. Imagem: Badbitcoin.org

Unick em outras listas negras

A unick já integra outras listas negras, a empresa é constantemente pauta do grupo GAP, um dos maiores – se não o maior – grupo anti pirâmide do brasil. Os membros do GAP já publicaram matérias sobre as operações da Unick.

A unick também já foi referenciada várias vezes no site “Tenho Dívidas“, o maior acervo de matérias sobre esquemas ponzi do Brasil.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Leia mais sobre:
Avatar
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.

Investidores se confundem e compram criptomoeda errada que valoriza 500.000% com confusão

Recentemente o projeto Uniswap (UNI) tem ganhado muito a atenção dos investidores, principalmente após ter sido listado na Coinbase, a maior corretora de bitcoin...
Hacker segurando criptomoeda Bitcoin

Grupo de hackers atacavam gamers para roubar Bitcoin

Um grupo de hackers baseado na China atacavam vários gamers em um elaborado plano. As autoridades que investigavam o grupo aponta que há anos...
Pantanal pegando fogo queimadas bitcoin

Doações de Bitcoin começam a chegar para combater queimadas no Pantanal

Algumas doações em Bitcoin começam a chegar para apoiar o combate às queimadas no Pantanal. O dinheiro está sendo arrecadado em uma campanha pela...

Últimas notícias

Grupo de hackers atacavam gamers para roubar Bitcoin

Um grupo de hackers baseado na China atacavam vários gamers em um elaborado plano. As autoridades que investigavam o grupo aponta que há anos...

Doações de Bitcoin começam a chegar para combater queimadas no Pantanal

Algumas doações em Bitcoin começam a chegar para apoiar o combate às queimadas no Pantanal. O dinheiro está sendo arrecadado em uma campanha pela...

Ex-líderes da Genbit, suspeita de pirâmide financeira, abrem novas empresas

Antigos líderes da Genbit, empresa acusada de sumir com R$ 1 bilhão dos investidores, lançaram novas empresas no Brasil. O objetivo dos negócios, segundo comunicado...