Início Bitcoin Esquema de pirâmide financeira de R$ 10 bilhões acaba em prisão

Esquema de pirâmide financeira de R$ 10 bilhões acaba em prisão

Fortuna foi movimentada em um dos maiores esquemas do tipo em que as criptomoedas foram utilizadas para enganar investidores.

-

Três pessoas foram presas em esquema de pirâmide

Uma pirâmide financeira envolvendo criptomoedas acabou na prisão de duas pessoas. O caso aconteceu nos Estados Unidos após as autoridades descobrirem o esquema que movimentou quase R$ 10 bilhões. Esse é um dos maiores casos de pirâmides financeiras já descoberto até então.

Pirâmides financeiras são investimentos com promessas de lucros que não existem. Na maioria dos casos o esquema só se sustenta através da entrada constante de novos investidores, onde “um paga pelo lucro do outro”. Além disso, esse tipo de esquema promete lucros fixos em ativos completamente voláteis, como as criptomoedas, por exemplo.

OneCoin foi a criptomoeda vítima do esquema de pirâmide financeira

No caso de um dos maiores esquemas de pirâmide financeira, mais uma vez as criptomoedas foram atreladas a esse tipo de negócio. Dessa vez foi a OneCoin a escolhida para ser utilizada pelos golpistas. As vítimas eram atraídas por investimentos nessa criptomoeda, sendo oferecido lucros exorbitantes pelos falsários. Contudo, como acontece em casos de pirâmide financeira, o dinheiro na verdade, não existia.

O líder da pirâmide financeira foi preso nos Estados Unidos. Konstantin Ignatov é acusado de ser o responsável pelo esquema que lesou milhares de investidores. O criminoso foi detido pelas autoridades norte-americanas enquanto tentava deixar o país. Sob Konstantin segue acusações de lavagem de dinheiro e fraude financeira referentes ao caso investigado desde 2017.

Três pessoas foram presas acusadas de lavagem de dinheiro

Além de konstantin, mais duas pessoas foram presas no esquema. Mark Scott é um deles. O criminoso foi acusado de lavagem de dinheiro. Mas a quantidade que Scott movimentou foi impressionante. Segundo investigações, o criminoso movimentou sozinho, mais de US$ 400 milhões em instituições bancárias fora dos Estados Unidos.

Outra pessoa detida nesta operação já está atrás das grades desde 2017. Ruja Ignatova foi o primeiro nome a ser envolvido no escândalo, enquanto o esquema de pirâmide ainda estava em plena atividade. Segundo investigações, mais de 25 mil pessoas foram enganadas na época, somente na Europa.

O esquema envolvendo a OneCoin foi mais uma pirâmide financeira como outras que já surgiram no mercado. Utilizando criptomoedas como gatilho para investidores com pouco conhecimento na área, os criminosos ofereciam vários pacotes de investimentos. Com a promessa de lucros irracionais, muitos investidores foram atraídos pela organização e perderam tudo que tinha, já que até o preço da criptomoeda era manipulado pelos criminosos.

Anúncio

Nexo

Empréstimos na hora por transferência bancária usando sua criptomoeda como garantia sem vendê-la. Ganhe juros de até 8% ao ano em suas Stablecoins.

Comece agora
Curta nossa página no Facebook e também no Twitterpara começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.
Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

Veja também

Diretor jurídico da Unick se entrega e cumpre prisão em casa com tornozeleira eletrônica

Fernando Marques Lusvarghi, diretor jurídico da Unick e dono da SA Capital se entregou para a polícia no último dia 22 (sexta). Ele era...

Mãe e ex-cunhada do “rei do bitcoin” são sequestradas, amarradas e ameaçadas de morte

A mãe e a ex-cunhada do empresário Claudio Oliveira, dono do Grupo Bitcoin Banco – empresa de criptomoedas que deve R$ 616 milhões a...

Prosegur foi atacada por ransomware que pede Bitcoin como resgate

A empresa de segurança Prosegur foi atacada por um ransomware, que pede resgate em Bitcoin. Os softwares da empresa na área de telecomunicações foram...

Justiça de SP determina bloqueio de mais R$ 532,7 mil da Genbit

A Justiça de São Paulo determinou o bloqueio de mais R$ 532,7 mil da Genbit, exchange que promete rendimentos de 5% a 15% mensais,...

Gráfico de regressão linear mostra tendência da Ripple (XRP) indo a Zero

Um analista do criptomercado fez um polêmico estudo nos últimos dias. Nele, o preço da criptomoeda Ripple (XRP) poderia chegar até zero, já em fevereiro...

Ações contra a Genbit na Justiça de SP passam dos R$ 3 milhões

A Gensa Serviços Digitais, grupo que controla a Genbit - antiga Zero10 Club - responde a quase 50 processos na Justiça de São Paulo....

Escreva seu comentário:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Diretor jurídico da Unick se entrega e cumpre prisão em casa com tornozeleira eletrônica

Fernando Marques Lusvarghi, diretor jurídico da Unick e dono da SA Capital se entregou para a polícia no último dia 22 (sexta). Ele era...

Mãe e ex-cunhada do “rei do bitcoin” são sequestradas, amarradas e ameaçadas de morte

A mãe e a ex-cunhada do empresário Claudio Oliveira, dono do Grupo Bitcoin Banco – empresa de criptomoedas que deve R$ 616 milhões a...

Prosegur foi atacada por ransomware que pede Bitcoin como resgate

A empresa de segurança Prosegur foi atacada por um ransomware, que pede resgate em Bitcoin. Os softwares da empresa na área de telecomunicações foram...

Justiça de SP determina bloqueio de mais R$ 532,7 mil da Genbit

A Justiça de São Paulo determinou o bloqueio de mais R$ 532,7 mil da Genbit, exchange que promete rendimentos de 5% a 15% mensais,...