Venezuela proíbe mineração de Bitcoin em casas populares

Medida teria sido alinhada entre dois ministros do país.

-

Siga no
Venezuela e Bitcoin
Venezuela e Bitcoin
Anúncio

A Venezuela, assim como vários outros países sul-americanos, passam por dificuldades econômicas graves. Para conter os gastos com energia elétrica na Venezuela, o ministro de habitação agora proíbe a mineração de Bitcoin em alguns locais.

Na última quarta (15), o Ministro de Habitação da Venezuela, Ildemaro Villarroel, liberou mais casas populares para a população. Atualmente, a Venezuela tem um plano ousado na área de habitação, chamado de Grande Missão Habitacional da Venezuela (GMVV).

Este plano foi criado em 2011, pelo então presidente Hugo Chávez, para dar casas populares no país. A meta é entregar cinco milhões de casas até 2025, para populações que não tem condições de comprar seus imóveis, devido ao alto custo no mercado imobiliário no país.

Apesar de ganhar uma casa do governo, Ministro da Venezuela proíbe mineração de Bitcoin nesses imóveis

Anúncio

A Venezuela é hoje um dos países envoltos em mais polêmicas na região da América do Sul. Isso porque, seu atual governo, com Nicolás Maduro como presidente, não é reconhecido por vários países pelo mundo.

Mesmo assim, o governo mantém uma luta para continuar sendo reconhecido pelo menos pela sua população. Dessa forma, tem continuado os programas sociais, como o GMVV, que pretende dar casas para as pessoas no país, que não tem condições de comprar.

Contudo, quem “ganhar” uma casa do governo hoje, está proibido de realizar uma atividade dentro do lar. O Ministro de Habitação, Ildemaro Villarroel, proíbe que a mineração de Bitcoin e criptomoedas seja feita em casas populares dadas pelo governo da Venezuela.

A medida teria sido anunciada pelo ministro na VTV, após alguns indicadores apontarem que a mineração nessas casas representa um risco para o país. Como demanda um alto consumo de energia, os Ministros de Habitação e de Energia Elétrica teriam chegado ao acordo de anunciar a proibição da mineração nessas casas.

É proibido instalar equipamentos de mineração de criptomoeda em urbanizações da Grande Missão da Venezuela Habitação devido ao seu alto consumo de energia, relata o Ministro de Habitação, Ildemaro Villarroel

Venezuela tem restrições para atividades de mineração de criptomoedas

Na Venezuela, a mineração de Bitcoin é uma atividade que não é vista com bons olhos pelo governo. Por lá, alguém que tenha interesse em realizar a mineração de Bitcoin deve avisar ao governo sua intenção.

Após isso, o governo irá averiguar o caso, e dar uma liberação de funcionamento para essa fazenda de mineração. Caso uma pessoa realize a mineração de criptomoedas sem o aval do governo, este pode até apreender os equipamentos.

No início de julho, por exemplo, várias máquinas de minerar Bitcoin, da marca Bitmain, foram apreendidas pela polícia na Venezuela. Isso porque, o equipamento, que era transportado por um caminhão em uma interestadual, não tinha licença para o transporte daquela carga. O motorista foi preso e o equipamento confiscado e enviado para perícia.

Ou seja, aqueles interessados em minerar Bitcoin na Venezuela encontram dificuldades com a atividade. Apesar disso, o custo energético no país é baixo e a moeda nacional extremamente desvalorizada, fatos estes que podem levar algumas pessoas a correr o risco de obter criptomoedas para fugir da pobreza.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Leia mais

Verificador de saldo de endereços bitcoin

Verifique o Saldo de Endereços Bitcoin

O Verificador de Saldo de Endereços Bitcoin já está disponível. Desenvolvido no Brasil, o aplicativo permite verificar facilmente o saldo de diversos endereços bitcoin...
ONU (Nações Unidas, Blockchain e Bitcoin)

USP participou na ONU de Blockchain Central UNGA

O estado de São Paulo foi representado na 75.ª Assembleia Geral da ONU na última semana, e com a participação da USP em um...
Hacker. Imagem: Cortesia Pixabay

Corretora de criptomoedas perde R$ 1 bilhão após ser hackeada

A KuCoin, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo perdeu US $ 200 milhões (R$ 1.1 bi) após ser hackeada. O ataque aconteceu...

Últimas notícias

USP participou na ONU de Blockchain Central UNGA

O estado de São Paulo foi representado na 75.ª Assembleia Geral da ONU na última semana, e com a participação da USP em um...

Corretora de criptomoedas perde R$ 1 bilhão após ser hackeada

A KuCoin, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo perdeu US $ 200 milhões (R$ 1.1 bi) após ser hackeada. O ataque aconteceu...

Grande banco dos EUA é acusado de participação em golpe com criptomoedas

O esquema de pirâmide OneCoin foi o maior esquema ponzi recente, sumindo com bilhões de clientes, levando a prisões e até mesmo a uma...