Vitalik Buterin elogia maximalistas de Bitcoin e ataca o Ethereum

Enquanto parece que Buterin está apenas sendo irônico e fazendo uma piada, alguns acreditam que o criador do Ethereum está tentando aproveitar a data para entregar uma opinião cheia de “nuances” e até mesmo complexidade sobre a questão do maximalismo do Bitcoin.

Vitalik Buterin, cofundador do Ethereum e um dos principais nomes do mercado de criptomoedas, postou uma declaração em seu blog que está chamando a atenção de muitos. Ele não só elogiou os maximalistas de Bitcoin (um grupo do qual ele não é muito fã) como também criticou o Ethereum.

O artigo foi publicado no dia 1º de abril, aumentando a confusão. Ele estaria falando sério ou não? O post coloca em dúvida as reais intenções de Vitalik. Ao elogiar os maximalistas do Bitcoin, ele chocou muitos, já que o próprio Ethereum é um dos principais alvos de críticas desses grupos, principalmente em relação à preocupação deles com a fragilidade do Ethereum e seus contratos inteligentes.

Vitalik replicou várias dessas críticas ao sistema que ele concebeu, incluindo críticas a proposta do Ethereum para emitir moedas para os desenvolvedores, em seu post ele chega até mesmo a criticar o seu próprio hábito de se encontrar com líderes políticos e corporativistas.

“Algumas dessas pessoas estão ativamente envolvidas em abusos de direitos humanos que Vitalik certamente não apoia. Vitalik não percebe o quanto essas pessoas estão geopoliticamente atacando umas as outras?”, escreveu o próprio Vitalik em sua declaração.

Com isso fica bem claro que Vitalik está trollando no dia 1º de Abril, algo muito comum na data, principalmente fora do Brasil. Mas será que ele está apenas tirando sarro?

Um brincadeira com fundo de verdade?

Enquanto parece que Buterin está apenas sendo irônico e fazendo uma piada, alguns acreditam que o criador do Ethereum está tentando aproveitar a data para entregar uma opinião cheia de “nuances” e até mesmo complexidade sobre a questão do maximalismo do Bitcoin.

“Os ataques aparentes dele ao Ethereum são melhores interpretados como argumentos para como o ecossistema do criptomercado incorpora diferentes abordagens, mesmo que ele use a retórica do dia da mentira para propósitos de trollagem.”

Na postagem original, Vitalik descreve as pessoas do “time blockchain” como pessoas privilegiadas de países ricos que adoram sinalizar que “estão indo além do dinheiro e capitalismo” e as pessoas do “time Bitcoin” como um grupo altamente diversificado de pessoas ricas e pobres que estão usando a ferramenta do capitalismo para auto soberania para valorizar os humanos atualmente.

“Efeitos sistêmicos são reais. E não é possível para uma moeda permitir um ecossistema altamente complexo e arriscado de aplicações descentralizadas sem a complexidade prejudicando isso de alguma força, Bitcoin faz a escolha segura.”, escreveu Vitalik em seu texto original.

Com isso, em meio a várias camadas de ironia e brincadeiras, Vitalik ainda aponta a importância dos maximalistas de Bitcoin em defender uma ideia focada e definida para o criptomercado, a de que o Bitcoin é uma escolha segura, e ainda defende o desempenho deles em defender aquilo que acredita.

Será que dessa vez a brincadeira tem um fundo de verdade?

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Últimas notícias