Na surdina, Walmart se prepara para lançar criptomoeda, diz CNBC

Empresa já foi associada a uma criptomoeda no passado e desmentiu, agora novos rumores parecem ser mais sólidos.

Celular com aplicativo do Walmart
Celular com aplicativo do Walmart

A grande rede de super mercados Walmart está preparando para se lançar no metaverso, no mercado de criptomoedas e NFTs, segundo uma matéria publicada pela CNBC. Recentemente, a empresa foi associada a criptomoeda Litecoin em um falso comunicado de imprensa e repercutiu mal na comunidade mundial.

Apesar disso, em outubro de 2021, o Walmart fechou uma parceria para permitir a instalação de caixas eletrônicos de Bitcoin em suas lojas dos Estados Unidos.

Ou seja, já era possível entrar em um mercado para adquirir moedas digitais, mostrando ser possível que novidades surgissem a partir dali. Vale lembrar que em agosto do último ano uma vaga de trabalho dessa empresa já pedia conhecimentos em criptomoedas e tecnologia blockchain.

Walmart criptomoeda
Walmart criptomoeda

Movimentos do Walmart sugerem que metaverso e criptomoedas não estão longe da empresa

É importante lembrar que um vídeo do Walmart no metaverso publicado em 2017, que circulou pela internet neste início de 2022, mostra que a empresa de fato começou a testar um modelo de compras em formato virtual há alguns anos, segundo informações da The Verge.

Como o campo de metaverso é um antigo, várias empresas já testaram esse setor e vislumbraram oferecer serviços com metaverso, por exemplo, o fato de realizar uma compra em um mercado.

Contudo, movimentos recentes do Walmart mostram que o assunto de metaverso e até criptomoedas cresce ainda mais no interesse dessa empresa. Segundo a jornalista Lauren Thomas, da CNBC, no último dia 30 de dezembro o Walmart apresentou diversos pedidos de patentes nos Estados Unidos para lidar com essas tecnologias.

Ao todo, com sete pedidos de patentes listados, a empresa deixou claro que segue de olho no mercado, segundo um advogado especializado em registro de marcas nos Estados Unidos e falou com a CNBC.

“Há muita linguagem neles, o que mostra que há muito planejamento acontecendo nos bastidores sobre como eles vão abordar a criptomoeda. O metaverso e o mundo virtual que parece estar chegando ou que já está aqui.”

Especialista em Bitcoin não se convenceu muito com compras via metaverso

Apesar do suposto envolvimento do Walmart com o metaverso e criptomoedas, um especialista em Bitcoin não achou muito promissora a ideia de se fazer compras assim.

Segundo Anthony Pompliano, com a modalidade de compras online crescendo em todo mundo, como a Uber Eats que agora vai focar no seu aplicativo Cornershop, a ida em supermercados deverá diminuir muito, pois é uma atividade que não é prazerosa.

Ou seja, mesmo no metaverso, as pessoas não querem ir ao mercado realizar compras, indicando que mesmo uma eventual atualização do Walmart para um modelo virtual encontre barreiras de adoção devido ao comportamento dos consumidores atuais.

De qualquer forma, o Walmart não comentou para a CNBC se realmente está mirando o setor de criptomoedas e metaverso, mas o mercado segue acompanhando os movimentos da gigante empresa.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias