10 dos 100 maiores Hedge Funds dos EUA são clientes da Coinbase

A corretora continua tentando criar as ferramentas e se preparar para oferecer serviços para os investidores institucionais. A estratégia parece estar indo bem, considerando as parcerias que a Coinbase fez nos últimos meses.

Siga no
Prédios e o Bitcoin adoção de empresas institucional
Prédios e o Bitcoin

Os investidores institucionais continuam sendo um grande fator para o criptomercado, principalmente para o Bitcoin. O aumento do número desses investidores é sempre dado como um importante catalizador para uma alta cada vez mais constante. E com a Coinbase anunciando que 10 dos 100 maiores Hedge Funds dos EUA são clientes da corretora, a animação pelos investidores institucionais voltaram.

De acordo com uma notícia do The Block, a Coinbase, a corretora de criptomoedas mais popular dos EUA, anunciou que 10 dos 100 maiores hedge funds são clientes de sua plataforma, um forte sinal de que os investidores institucionais estão interessados no criptomercado.

Para especialistas do mercado esse é uma notícia importante e demonstra que os fundamentais do Bitcoin e outras altcoins estão em um ótimo nível.

“Os institucionais chegaram! 10 dos 100 maiores hedge funds dos EUA já são clientes da Coinbase.”

A opinião de Pechman não é incomum entre os membros do criptomercado, com pessoas comentando até mesmo na sua postagem que é questão de tempo para que as outras “90 companhias também se tornem clientes da corretora” e que é hora de “esperar pelos bancos centrais.”

Já a corretora afirma que também está animada com a taxa de adoção recente e com esse número de nomes importantes do mercado institucional como clientes. Segundo a exchange a adoção contínua e o progresso feito pela empresa está sendo uma grande motivação para a Coinbase.

“A adoção continuou em passo acelerado durante os últimos meses, apesar da volatilidade do mercado. Nós estamos motivados pelo progresso que fizemos no último ano enquanto construímos uma série de produtos e serviços institucionais.”

Com isso a corretora continua tentando criar as ferramentas e se preparar para oferecer serviços para os investidores institucionais. A estratégia parece estar indo bem, considerando as parcerias que a Coinbase fez nos últimos meses.

“Nos últimos meses nós formamos parcerias com líderes da indústria incluindo Elon Musk, PNC Bank, SpaceX, Tesla, Third Point e a WinsdomTree.”

Entre 2020 e 2021, o investimento institucional pareceu estar começando a ganhar força, o que coincidiu com o aumento do preço do Bitcoin e seus recentes recordes de preço acima de US$ 60 mil.

Enquanto muitos varejistas “pularam fora” de seus investimentos, os institucionais aproveitaram a queda para investirem ainda mais no setor, com pesquisas apontam para ainda mais participação institucional. 

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Presidente da SEC diz que criptomoedas só valem algo porque alguém vai querer comprar...

O Presidente da SEC, Gary Gensler, novamente voltou a falar sobre o criptomercado e sobre as moedas digitais. Desta vez Gensler demonstrou estar bem menos...
Binance sob pressão Brasil

Binance anuncia fim de negociações de derivativos na Austrália

A Binance é a maior corretora de criptomoedas do mercado global e com certeza um importante pilar para todo o setor. No entanto, com...
Símbolo da Uniswap em mapa mundial

Empresa pede registro de marca da Uniswap no Brasil

Uma empresa pediu o registro da marca Uniswap no Brasil, nome da principal corretora descentralizada do mundo. O pedido foi feito com base em uma...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias