1ª emissão de dívida do Brasil via blockchain foi realizada

Empresa fundada no Rio de Janeiro em 2012!

Siga no
Tecnologia Blockchain no mundo
Tecnologia Blockchain no mundo

A Piemonte é uma gestora de fundos internacional, aprovada pela SEC dos EUA. Além disso, há sete anos chegou ao Brasil e iniciou suas atividades. Na última segunda, a Piemonte realizou a emissão da primeira dívida via blockchain do Brasil, também chamado de debêntures.

Os debêntures são aplicações financeiras consideradas de renda fixa. Apenas instituições não financeiras podem emitir debêntures no mercado.

A emissão de uma debênture é considerada uma forma das empresas captar dinheiro com terceiros, ou seja, emitindo uma dívida. A emissão da dívida via blockchain foi a segunda emissão da Piemonte, sendo que a primeira não utilizou a tecnologia.

Emissão de dívida via blockchain pode abrir caminho para adoção no Brasil

Na última segunda (16), a Piemonte fez história no setor financeiro do Brasil. Isso porque, de acordo com Press Release lançado pela empresa em suas redes sociais, foi emitido um debênture.

Em parceria com a fintech Horizon Globex, a primeira emissão de dívida no Brasil via blockchain aconteceu. A emissão segue uma tendência global, em que vários bancos e instituições já olham com atenção para esta tecnologia.

Antes desse lançamento, apenas o Banco Mundial (Austrália), Santander (Espanha) e Société Générale (França) haviam feito tal emissão. O Brasil se torna então o quarto país a ter uma debênture via blockchain.

A emissão da dívida via blockchain no Brasil foi de R$ 66 milhões, distribuída em 440 títulos de R$ 150 mil para cinco investidores. Como os investidores considerados qualificados realizaram a compra, ou seja, não houve esforço no mercado.

Futuro promissor para novos lançamentos afirma gestor

Para o Gestor do Fundo Piemonte, o italiano Alessandro Lombardi, o movimento abre precedentes no país. Caso o Banco Central e a CVM regulamentem o setor, outras empresas poderão fazer suas emissões com a tecnologia.

Foi o início de um caminho. Mas no futuro, com uma regulação por parte do Banco Central e da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), esse pode ser excelente instrumento para as empresas se financiarem por meio do mercado de capitais

A parceira do Piemonte, Horizon Globex, tem ajudada a Nasdaq em aplicações blockchain. De acordo com informações do Press Release, a Horizon faz parte da agência reguladora dos EUA no mercado de blockchain.

A blockchain utilizara para emissão deste Security Token foi a Ethereum, com tokens ERC-20. Na primeira vez que a Piemonte emitiu uma debênture em 2017, foi via papéis, ou seja, em dois anos a empresa inovou o seu modelo de negócios.

Para o CEO da Horizon, isso é fruto de uma cultura inovadora, praticada no cotidiano da Piemonte. Isso teria sido fundamental para que a empresa fosse pioneira na emissão de debêntures via blockchain na América Latina.

Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Polícia faz operação contra fraude de criptomoedas

Polícia Civil prende pai que expôs filha no FaceCast

Um morador de uma cidade do interior de Minas Gerais teria utilizado o aplicativo FaceCast para cometer um crime contra sua própria filha. Denunciado...

Bilionário em Bitcoin vai concorrer ao governo da Califórnia

Um dos primeiros investidores em Bitcoin e CEO da empresa de capital de risco Social Capital, Chamath Palihapitiya, está concorrendo à governador da Califórnia....

Coluna do TradingView: Sentimento do mercado continua altista

Mesmo com Ethereum rompendo novos topos, as outras moedas não tem acompanhado o movimento e tem caído junto com o Bitcoin. Confira o olhar...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Bilionário em Bitcoin vai concorrer ao governo da Califórnia

Um dos primeiros investidores em Bitcoin e CEO da empresa de capital de risco Social Capital, Chamath Palihapitiya, está concorrendo à governador da Califórnia....

Coluna do TradingView: Sentimento do mercado continua altista

Mesmo com Ethereum rompendo novos topos, as outras moedas não tem acompanhado o movimento e tem caído junto com o Bitcoin. Confira o olhar...

Artigo da revista Time: “não demonizem o Bitcoin”

Conforme as criptomoedas vão ficando cada vez mais famosas, os críticos passam a apontar qualidades como defeitos. Assim, tem aumentado a propagação de uma...

Como as escolhas de Biden vão impactar as criptomoedas

O indicado para assumir a presidência da SEC, o órgão regulamentador e de controle dos mercados financeiros dos Estados Unidos, foi aprovado ontem pelo...

Gamestop (GME) sobe 145% em 2 horas, por quê?

Uma empresa com prejuízo acumulado de US$ 1,6 bilhão nos últimos 3 anos. Para piorar, atua principalmente em lojas físicas de videogames, um mercado...