5 bilionários que fizeram fortuna com criptomoedas

-

Siga no
Anúncio

lista mais recente de pessoas mais ricas do mundo elaborada pela Hurun Global Rich List incluiu cinco bilionários que fizeram fortuna com criptomoedas. 

A Hurun também descobriu que a indústria de blockchain é a que mais cresce, apesar da tendência de queda de preços do Bitcoin e outras criptomoedas.

“Embora os valores das criptomoedas tenham despencado no ano passado, um punhado de empresas começou a surgir. Muitos bilionários de outros setores já começaram a investir na tecnologia blockchain”, afirmou o presidente da Hurun, Rupert Hoogewerf.

Anúncio

Blockchain / Criptomoedas tem 5 bilionários: Liderada pela mineradora de bitcoin, Zhan Ketuan, 40, da Bitmain, com US $ 2,7 bilhões, seguida por Chris Larson, co-fundador da Ripple, e Wu Jihan (Bitmain), 33, com US $ 1,5 bilhão cada. 

Os fundadores das corretoras Coinbase e Binance, Brian Armstrong, 36, e Zhao Chaopeng (CZ), 42, chegaram à lista com US $ 1,3 bilhão.

Micree Zhan Ketuan (Bitmain): US $ 2,7 bilhões

Micree Zhan Ketuan é o mais rico dos bilionários em criptomoedas. Ele é o co-fundador da mineradora de criptomoedas Bitmain e detém 36,58% das ações da empresa. 

Wu Jihan, co-fundador da Bitmain, possui 20,5% das ações da empresa e está listado em terceiro lugar neste artigo. 

Duas das maiores pools de mineração do mundo (BTC.com e Antpool) são controladas pela Bitmain. A empresa também é a maior fornecedora mundial de Bitcoin, e equipamentos de mineracao.

Chris Larsen (Ripple): US $ 1,5 bilhão

Chris Larsen é co-fundador da Ripple e possui uma enorme quantidade de ações. Ele possui pelo menos 5,2 bilhões de XRP, o que equivale a US $ 1,6 bilhão no momento da redação deste artigo. 

Além de sua posse em XRP, Larsen possui uma participação de 17% da Ripple, avaliada em US $ 410 milhões.

Wu Jihan (Bitmain): US $ 1,5 bilhão

Como já mencionado acima, Wu Jihan é sócio de Zhan Ketuan na Bitmain. Apesar de ambos os co-fundadores da Bitmain terem chegado à lista dos bilionários da Hurun, a empresa de mineração tem passado por dificuldades ultimamente. 

A Bitmain relatou uma perda de US $ 500 milhões no terceiro trimestre de 2018, já que a queda de preços das moedas digitais tornou a mineração um negócio menos lucrativo.

Brian Armstrong (Coinbase): US $ 1,3 bilhão

Brian Armstrong é o co-fundador da Coinbase, corretora norte-americana de criptomoedas. 

A plataforma que tem mais de 20 milhões de usuários, se valorizou em US $ 8 bilhões depois de concluir a última rodada de captação de investimentos. Armstrong se tornou bilionário imediatamente após a conclusão da rodada de investimentos.

Changpeng Zhao (Binance) – US $ 1,3 bilhão

Changpeng Zhao (CZ) fundou a corretora de criptomoedas Binance em 2017.

Ele conseguiu levantar mais de US $ 15 milhões em capital através de uma ICO em apenas algumas semanas. 

A exchange cresceu rapidamente e hoje é considerada a maior corretora de criptomoedas do mundo. CZ se envolveu com Bitcoin muito antes, em 2014 ele vendeu sua casa e comprou tudo em Bitcoin. 

Ele perdeu mais da metade de seu dinheiro antes de ter qualquer lucro, mas decidiu manter seus bitcoins, uma escolha que no fim das contas valeu a pena.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Mateus Nunes
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Analista de Sistemas, aprendiz e entusiasta de criptomoedas e blockchain. Sugestão de pauta: [email protected]

Leia mais

Hacker. Imagem: Cortesia Pixabay

Corretora de criptomoedas perde R$ 1 bilhão após ser hackeada

A KuCoin, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo perdeu US $ 200 milhões (R$ 1.1 bi) após ser hackeada. O ataque aconteceu...

Grande banco dos EUA é acusado de participação em golpe com criptomoedas

O esquema de pirâmide OneCoin foi o maior esquema ponzi recente, sumindo com bilhões de clientes, levando a prisões e até mesmo a uma...
Rede social Twitter e Bitcoin (Blockchain)

Blockchain é o futuro do Twitter, afirma Jack Dorsey

O CEO do Twitter, Jack Dorsey, participou nessa sexta-feira (25) do Oslo Freedom Forum 2020. Durante a conversa, Jack deixou claro que a tecnologia...

Últimas notícias

Grande banco dos EUA é acusado de participação em golpe com criptomoedas

O esquema de pirâmide OneCoin foi o maior esquema ponzi recente, sumindo com bilhões de clientes, levando a prisões e até mesmo a uma...

Primeira exchange a listar a brasileira Hathor HTR

A tecnologia brasileira da blockchain Hathor vem chamando cada vez mais atenção da comunidade global e já entrou nos Estados Unidos e na Ásia,...

Blockchain é o futuro do Twitter, afirma Jack Dorsey

O CEO do Twitter, Jack Dorsey, participou nessa sexta-feira (25) do Oslo Freedom Forum 2020. Durante a conversa, Jack deixou claro que a tecnologia...